Acompanhe nas redes sociais:

19 de Outubro de 2018

Sururu

12/01/2018 - 08:50:00

Chesf enrola-se nas turbinas de Xingó

Inesperada enchente pegou de surpresa a população de Piranhas

Redação
Foto: Divulgação

Na madrugada de sexta-feira para sábado, 6, uma inesperada enchente no São Francisco pegou de surpresa a população de Piranhas e arredores.

O nível do Velho Chico subiu 8 metros, inundou parte da cidade e fez grandes estragos rio abaixo, até o distrito de Entremontes.

Pelo caminho, naufragou barcos atracados às suas margens, danificou instalações turísticas e deixou um rastro de destruição e prejuízos ainda não calculados. 

Na manhã do sábado – em meio aos estragos e prejuízos provocados pelas águas - ninguém na cidade sabia explicar as razões da repentina elevação do rio. 

Só no final da tarde a Chesf divulgou nota atribuindo a enchente ao fato de haver colocado em operação uma segunda turbina de Xingó para aumentar a geração de energia. 

A nota mais confundia do que explicava. Falava em suprir déficit na geração de energia eólica, que – acredite se quiser – duas horas depois estava resolvido. E ninguém entendeu nada. 

Na terça-feira, 9, o diretor de Operações da Chesf, João Henrique de Araújo Neto, informou que o problema foi provocado pelo rompimento de uma das comportas de Xingó e que não houve tempo para avisar a população. 

Entre uma versão e outra a Chesf divulgou ainda que Penedo havia pedido um aumento na vazão do rio para viabilizar a festa de Bom Jesus dos Navegantes, marcada para este domingo, 14. 

Essa informação – desnecessária e fora do contexto – levou à suspeita de que alguém se enganou e abriu as comportas de Xingó uma semana antes da festa de Penedo. O que seria patético. 

Após manter contato com o diretor João Henrique, a coluna conclui que houve um acidente operacional e a Chesf tentou escamotear o fato. Não conseguiu e terminou se enrolando entre turbinas e comportas de Xingó. 

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia