Alagoas, 10 de agosto de 2022 22º min 27º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
A MALA DO BIVAR

Dono de R$ 1 bilhão para gastar na eleição não decola em Alagoas

Redação

08/07/2022 15h03 - Atualizado em 08/07/2022 16h04

O deputado federal Luciano Bivar
DivulgaçãoO deputado federal Luciano Bivar

O deputado federal Luciano Bivar, presidente nacional do União Brasil, desembarcou nessa sexta-feira ,8, em Maceió num momento nada bom para ele e seu candidato a governador de Alagoas, o senador tucano Rodrigo Cunha.

Candidato a presidente da República, Bivar virou a noiva mais cobiçada dessa eleição, não por sua liderança política ou densidade eleitoral, mas por ser dono do partido que tem a maior fatia do fundo eleitoral, uma fortuna de R$ 1 bilhão par gastar no pleito deste ano.

O cacique do União Brasil certamente não veio a Alagoas armar seu palanque presidencial por aqui, nem tampouco financiar a candidatura de Rodrigo Cunha ao Governo. O único interesse é ampliar sua bancada na Câmara dos Deputados e assim garantir uma gorda fatia do orçamento nacional, hoje na mão do Centrão.

A disputa pelo apoio de Bivar é grande e todos estão de olho na mala bilionária que carrega. Em Alagoas, a fortuna do União Brasil motivou inclusive o racha entre Arthur Lira e Marcelo Victor, amigos de infância, até então aliados de primeira hora. O dinheiro azedou tudo.

Rodrigo Cunha trocou o PSDB pelo União Brasil de última hora, também de olho na grana partidária. Mas parece que sua candidatura ainda não convenceu o homem do bilhão a abrir a mala. Para piorar as coisas, Luciano Bivar desceu em Maceió na semana de números negativos para ele e Rodrigo Cunha. Pelas últimas pesquisas, o candidato presidencial saiu de zero para 0,1%, enquanto Cunha caiu de segundo para terceiro lugar na intenção de voto dos alagoanos.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade