Alagoas, 30 de novembro de 2021 26º min 32º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
POLÍTICA

Aumenta a pressão para Filho decidir se vai disputar o Senado

Redação

13/11/2021 06h06 - Edição 1144

Renan Filho em coletiva
Márcio FerreiraRenan Filho em coletiva

Aumenta a pressão de aliados políticos para Renan Filho decidir se vai disputar o Senado em 2022 ou se fica no governo até o último dia de seu mandato. É que a montagem de chapas para deputados estaduais e federais começa em janeiro e os candidatos precisam saber com quem vão marchar na eleição do próximo ano.

Para os candidatos que vão disputar o pleito proporcional de 2022, mais importante que estar com Renan ou sem Renan é ter uma definição do governador até o final do ano, qualquer que seja a decisão que tomará. Argumentam que deixar a definição para 2 de abril, último dia para se afastar do governo, atrapalha a formação de chapas e trará prejuízo às candidaturas. 

Apesar de o governador não descartar a possibilidade de concluir o mandato, nem mesmo seus aliados acreditam nessa hipótese. Alegam que o projeto político de Renan Filho passa pelo Senado e ele dificilmente trocaria uma chance de vitória por mais um ano de mandato. A questão é quando oficializará a decisão de disputar a única vaga der senador. 

Não sem razão Renan Filho vai pro - telar essa definição até o limite do possível. Até porque precisa de tempo para concluir as conversas com o Legislativo estadual, que vai eleger o governador interino, sob o comando de Marcelo Victor. 

É essa a preocupação maior do governador. Afinal, entregar o governo à oposição não será nada inteligente. Vale lembrar que se for disputar o Senado, Renan ficará refém do Legislativo e, por - tanto, uma aliança com os deputados não está descartada

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade