Alagoas, 16 de abril de 2021 24º min 27º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
MAIS DE 100 MIL PÁGINAS

Processo de falência tem nuvem própria para não congestionar sistema

Ação falimentar foi parar no Conselho Nacional de Justiça

Redação

02/04/2021 09h09 - Atualizado em 02/04/2021 09h09 - Edição 1112

Laginha, um império caído
Maria SalésiaLaginha, um império caído

Um dos maiores processos judiciais da história do Brasil desembarcou no Conselho Nacional de Justiça, com 103.500 páginas. 

É o processo de falência do Grupo João Lyra, que de tão volumoso tem até nuvem própria para não congestionar o sistema do CNJ. 

O caso foi parar no CNJ depois que advogados dos credores pediram o afastamento do desembargador Klever Loureiro, então responsável pelo processo.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade