Alagoas, 28 de fevereiro de 2021 24º min 29º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
A FÚRIA DO VICE

JHC paga caro por ter vetado Kátia Born para a Secretaria de Saúde

Ronaldo Lessa, que indicou a amiga, irá cobrar a fatura em dobro

Redação

29/01/2021 07h07 - Edição 1012

O vice-prefeito Ronaldo Lessa ao lado do prefeito JHC durante reunião
AssessoriaO vice-prefeito Ronaldo Lessa ao lado do prefeito JHC durante reunião

JHC está pagando caro por ter vetado Kátia Born para a Secretaria de Saúde, indicada por Ronaldo Lessa. Foi o primeiro desencontro do prefeito com seu vice, que agora cobra a fatura em dobro. 

Até o último dia 26 Lessa já havia nomeado 35 apadrinhados políticos, 16 deles locados em seu próprio gabinete na rubrica “assessoria” e os demais na Superintendência Municipal de Iluminação de Maceió – Sima. 

A fúria clientelista do vice-prefeito, no entanto, não deve parar por aí. A Secretaria Municipal de Esportes – a ser criada para atender Lessa – deve gerar mais uns 20 novos cargos para acomodar aliados, parentes e agregados. 

Na ausência de um mínimo de critérios para essas nomeações, a lista do vice-prefeito inclui parentes, amigos, segurança, motorista, dono de locadora de automóveis que presta serviço ao próprio Lessa e até um investigado no MP por corrupção. 

Além do desgaste político para o prefeito – que se elegeu empunhando a bandeira da moralidade no serviço público – o custo anual da folha de Lessa já chega a R$ 1.764.000,00 para o contribuinte pagar.

Nesse diapasão, o vice acabará nomeando mais “assessores” do que o prefeito. A menos que JHC puxe o freio de mão antes que seja tarde demais.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade