Alagoas, 24 de outubro de 2021 25º min 30º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
MORALIDADE

Nomeação de namorada mancha imagem de Rodrigo Cunha

Senador se elegeu vendendo o discurso da ética e da política honesta

Redação

22/01/2021 07h07 - Atualizado em 22/01/2021 09h09 - Edição 1103

O senador Rodrigo Cunha e a cantora Millane Hora são namorados
Arquivo pessoal/FacebookO senador Rodrigo Cunha e a cantora Millane Hora são namorados

Nomear a namorada para cargo público não seria nenhum ato de improbidade não fosse o amante um senador da República que se elegeu empunhando a bandeira da moralidade no serviço público. 

Rodrigo Cunha poderia ter colocado a namorada para trabalhar em seu gabinete, como faz a maioria de seus colegas de Senado e Câmara, mas para manter a falsa reputação de parlamentar íntegro, preferiu optar pelo nepotismo cruzado. 

A competência da moça – que se apresenta como cantora, advogada e empresária – não está sendo questionada, mas sua nomeação põe em dúvida a seriedade do senador e expõe o prefeito que a nomeou. 

Afinal JHC foi eleito prefeito vendendo a esperança de uma gestão moderna, focada na meritocracia e na seleção dos melhores via concurso público e curriculum vitae, sem os vícios da velha política.

Em tempo: atendendo pedido do então candidato JHC, centenas de jovens enviaram seus currículos ao gabinete do prefeito em busca de trabalho via cargo comissionado. A coluna não tem notícia se algum deles foi nomeado.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade