Alagoas, 24 de outubro de 2020 24º min 28º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
fome de dinheiro

Recebimento de auxílio emergencial expõe falência moral das elites

Famílias nobres se inscreveram em programa social

Redação

18/09/2020 08h08 - Atualizado em 28/09/2020 11h11

Auxílio emergencial
Agência BrasilAuxílio emergencial

O portal Transparência Brasil – do governo federal – publica o nome de pelo menos meia dúzia de alagoanos ilustres que estão recebendo o auxílio emergencial. São nomes e sobrenomes conhecidos, integrantes da chamada alta sociedade e frequentadores assíduos das colunas sociais. 

A maioria deles pertence ao mesmo grupo familiar, de sobrenomes ilustres como Pinaud, Calheiros e Albuquerque, que há anos comandam o glamoroso mundo da alta society alagoana e até do jet set internacional, como dizem os colunistas sociais. 

Em tese, a condição socioeconômica dessas figuras jamais recomendaria sua presença na lista dos que precisam do auxílio emergencial de R$ 600, destinado a pobres, desempregados e pequenos comerciantes afetados pela pandemia do coronavírus. 

Tamanha aberração só se justificaria se essas pessoas realmente estivessem com dificuldade de sobrevivência, o que parece não ser o caso. Afinal, mesmo vivendo de aparências, dificilmente precisariam do auxílio para sobreviver. 

O mais provável é que se aproveitaram das facilidades do programa para faturar algum dinheiro a mais, revelando a face perversa dos ricos e a falência moral dessas elites

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade