Alagoas, 26 de setembro de 2020 23º min 27º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
Os anéis da Cerutti

Cerutti tenta passar para frente empresa de energia solar

Empresário também não souber gerir a Pure Energy

Redação

11/09/2020 09h09

Pure Energy produz placas para captação do calor do sol
DivulgaçãoPure Energy produz placas para captação do calor do sol

Após dar um calote milionário em centenas de famílias que compraram apartamentos em prédios que nunca saíram do chão, o empresário Gelson Luiz Cerutti – dono da Cerutti Engenharia - está passando à frente outro de seus negócios que também deu com os burros n’água. 

Com a construtora em estado de insolvência, Gelson Cerutti tenta vender os anéis para salvar os dedos. Trata-se da Pure Energy, empresa que deveria ser a joia da coroa, com a fabricação de placas fotovoltaicas, mas também acabou fazendo água.

Mesmo em fogo morto, a indústria tem potencial para comandar o negócio da energia solar no Norte e Nordeste, mercado em franca expansão hoje abastecido com placas fotovoltaicas e outros equipamentos importados. 

Implantada no polo industrial de Marechal Deodoro e inaugurada em 2017, a Energy só conseguiu produzir a primeira placa fotovoltaica para captação de energia solar. De novo, a quebra de contrato com o BNDES – financiador do empreendimento – levou a indústria a fechar as portas. 

Mesmo com o maquinário já superado por equipamentos de alta tecnologia, a Energy tem grande valor de mercado por sua localização estratégica e deve ser vendida a um grupo que já atua no setor da energia solar no Sul e Centro Sul do País. 

Avaliada em mais de R$ 50 milhões pelo próprio mercado, a venda da Energy depende de negociações com o Governo de Alagoas, dono da área de 140 mil metros quadrados onde a indústria está instalada, e, sobretudo do BNDES, maior credor da empresa.

Gaúcho radicado em Alagoas, Gelson Luiz Cerutti pensou grande, mas foi com muita sede ao pote e acabou se perdendo no labirinto das ambições e na irresponsabilidade de vender o que não podia entregar. 

Concretizado o negócio da Energy – que é bom para o Estado –, bem que o senhor Cerutti poderia indenizar algumas das centenas de famílias que investiram suas economias no sonho da casa própria e acabaram na legião de sem-tetos.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade