Alagoas, 20 de setembro de 2020 22º min 27º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
BRASÍLIA

Deputados JHC e Paulão votam na contramão da história

Câmara veta reajuste que ameaça quebrar estados e municípios

Redação

21/08/2020 10h10 - Atualizado em 21/08/2020 10h10

Os deputados JHC e Paulão
DivulgaçãoOs deputados JHC e Paulão

Apenas 2 dos 9 deputados da bancada alagoana na Câmara votaram contra o veto presencial ao aumento dos servidores de estados e municípios. Sem qualquer compromisso com os gastos públicos, JHC e Paulão optaram pela contramão da realidade de estados e municípios quebrados que sequer conseguem pagar a folha de pessoal em dia. 

Como estamos em ano eleitoral, é possível que os dois parlamentares de oposição a Bolsonaro agiram pensando apenas em seus eleitores, sem se preocupar com a situação de penúria do Estado e seus 102 municípios, muitos deles à beira da falência. 

Como escreveu o jornalista Cláudio Humberto na coluna Diário do Poder, "a manutenção do veto por 316×165 votos foi um “choque de realidade” na Câmara em relação ao esfolado pagador de impostos, que perdeu o emprego, a empresa ou teve salário e o faturamento reduzido". 

Segundo o jornalista, mantido o veto, os governadores e prefeitos não poderão fazer farra com o dinheiro da Saúde, mas eles se livraram da pressão de sindicalistas. "A pelegada, que vive de garimpar penduricalhos, enviou mensagem aos deputados alegando a surrada mentira de que o veto prejudica o pequeno", concluiu.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade