Alagoas, 05 de agosto de 2020 23º min 26º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
JUSTIÇA PARA RICOS

Caso de grilagem envolvendo Álvaro Vasconcelos continua sendo protelado

Empresário é acusado de invadir as terras de um pequeno agricultor

Redação

17/07/2020 10h10 - Atualizado em 21/07/2020 09h09

Álvaro Vasconcelos invadiu terras há 33 anos. Verdadeiro dono já faleceu
DivulgaçãoÁlvaro Vasconcelos invadiu terras há 33 anos. Verdadeiro dono já faleceu

O processo judicial que envolve o rico empresário Álvaro Vasconcelos e um pequeno agricultor dá bem a medida de que a justiça – na maioria dos casos – só existe para proteger as elites dominantes, incluindo aí membros do próprio Judiciário. 

Dono de fazendas, hotéis e outras empresas, Álvaro Vasconcelos é acusado de invadir as terras de um pequeno agricultor vizinho ao seu latifúndio, nas franjas do bairro Benedito Bentes. O caso se arrasta há quase 40 anos e até hoje o réu não apresentou provas irrefutáveis de que a terra lhe pertence, como afirma sua defesa nos incontáveis recursos protelatórios que nunca acabam.

Quanto mais a vítima se legitima como verdadeiro dono da área invadida, mais enfrenta barreiras judiciais e burocráticas levantadas por ricos escritórios de advocacia e aceitas pela justiça.

O processo está sendo tocado pelos filhos, já que o pai morreu sem ver a devolução de suas terras. Após passar pelo crivo de vários juízes, o caso empacou no primeiro grau porque os últimos magistrados se averbaram suspeitos e caíram fora. 

Com o impasse, caberá agora ao Tribunal de Justiça de Alagoas definir qual juiz julgará esse caso, que inclusive já chegou ao CNJ, mas que também não deu solução. E tome tempo e protelações.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade