Alagoas, 20 de setembro de 2020 22º min 27º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
NA CORREGEDORIA

Juíza tem 30 dias para se pronunciar sobre processos contra Arthur Lira

Deputado é acusado de sonegar pensão de alimentos

Redação

07/12/2019 09h09

A exemplo do processo de Arthur Lira sobre pensão alimentícia. Mesmo condenado, sentença nunca foi executada
DivulgaçãoA exemplo do processo de Arthur Lira sobre pensão alimentícia. Mesmo condenado, sentença nunca foi executada

A Corregedoria-Geral de Justiça, sob o comando do corregedor Fernando Tourinho e do ouvidor Diógenes Tenório, deu prazo de 30 dias para a juíza Nirvana Coelho se pronunciar nos processos em que o deputado Arthur Lira é acusado de sonegar pensão de alimentos e se recusar a dividir os bens com a ex-esposa.

Uma das ações informa que o patrimônio do deputado supera a cifra dos R$ 20 milhões, enquanto outra cobra pagamento de pensão atrasada, que já passa de R$ 300 mil. 

Como é sabido, Arthur Lira vem há anos tentando ludibriar a Justiça para escapar da prisão e ocultar seu milionário patrimônio. Mas os tempos mudaram e a nova Corregedoria do TJ está passando a limpo todos os processos que depõem contra o Judiciário e envergonham Alagoas.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade