Alagoas, 17 de julho de 2019 20º min 26º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
Batalha vencida

Braskem não conseguirá pagar o preço da tranquilidade perdida

Redação

10/05/2019 12h12

Braskem não conseguirá pagar o preço da tranquilidade perdida
Foto: Divulgação

Maior que o prejuízo material causado pela Braskem na região do Pinheiro é o dano moral imposto a centenas de famílias que desenvolveram depressão e outras doenças provocadas pelo drama a que foram submetidas nos últimos dois anos.

Por maior que sejam as indenizações a serem pagas pela mineradora, dinheiro nenhum vai pagar o preço da tranquilidade perdida nem reparar os danos provocados à saúde dessas pessoas.

Agora que se conhece as causas reais do drama que atinge mais de 20 mil pessoas, o mínimo que se espera da Braskem é que não tripudie sobre o sofrimento das vítimas com chicanas jurídicas para protelar o pagamento das indenizações. 

Sabe-se que além de seu poderio econômico, a Odebrecht (sócia majoritária da Braskem) conta com apoio - aberto ou implícito - de muitos políticos que foram financiados pela mineradora ao longo da história.

Nesse quadro de incertezas e omissões, a única esperança é o Ministério Público do Estado que vem se antecipando aos fatos com ações pontuais para evitar a esperteza da mineradora e garantir as indenizações das vítimas. Mas esta é apenas a primeira vitória de muitas batalhas que virão. 

Comportamento idêntico é cobrado do governador do Estado e do prefeito de Maceió.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir 15.5k
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade