Alagoas, 18 de junho de 2019 24º min 27º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322

Batatas e pepinos

Ronaldo Lessa deixou agricultores à própria sorte quando era governador

Redação

15/03/2019 12h12

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Agora à frente da Secretaria Estadual de Agricultura, Ronaldo Lessa deve dar continuidade ao trabalho iniciado em janeiro de 1999 ao assumir o governo de Alagoas, quando comandou o desmonte do setor público agrícola. 

Lessa se elegeu governador prometendo fortalecer a agricultura, mas ao tomar posse extinguiu Emater (extensão rural), Epeal (pesquisa agrícola), Comag (equipamentos agrícolas) e outros órgãos que apoiavam o pequeno produtor rural. Os servidores remanescentes - maioria deles técnicos de alta qualificação profissional - foram jogados no sucatão humano chamado CARHP à espera da aposentadoria compulsória.

Nos dois mandatos do socialista Ronaldo Lessa os pequenos agricultores foram entregues à própria sorte, enquanto usineiros e grandes empresários se beneficiaram com incentivos fiscais e outros privilégios daninhos aos cofres públicos. Lessa ainda não anunciou seus planos para a Agricultura, mas não se espere muita coisa, até porque além de estranho no ninho, comandará uma secretaria sucateada que funciona como cabide de emprego de apadrinhados. 

Lessa prestaria melhor serviço em Brasília, seu habitat, não entre batatas e pepinos. E não é nem mesmo o caso de mandar o ex-governador “plantar batatas”, literalmente falando. 

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir 15k
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade