Alagoas, 19 de setembro de 2021 23º min 28º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322

Triste fim de um banco

Produban foi vitimado por calotes milionários de usineiros desonestos

da Redação

04/11/2016 11h11

(Crédito: Divulgação)
(Crédito: Divulgação)

O governo de Alagoas está concluindo a venda do espólio do Produban, o finado banco oficial do estado, vitimado por calotes milionários de usineiros desonestos e empresários incompetentes de outros setores da economia.

A venda dos restos do “de cujus” também enterra a possibilidade de mandar para a cadeia alguns espertos que enriqueceram ilicitamente na gestão da massa falida, com alienação de imóveis e venda de outros ativos da instituição. 

No primeiro caso, a dilapidação correu durante o governo clientelista de Divaldo Suruagy, enquanto o botim se deu no governo socialista de Ronaldo Lessa. Coube agora ao governo otimista de Renan Filho a missão de sepultar os restos mortais do que sobrou do banco dos alagoanos.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade