Acompanhe nas redes sociais:

25 de Setembro de 2018

Só no site :: Entrevistas

29/03/2018 - 08:33:02

Machismo deve ser combatido na infância, diz promotora

José Fernando Martins
Foto: Reprodução

A violência afeta mulheres de todas as classes sociais, etnias e regiões brasileiras. Essa realidade cruel é entendida não como um problema de ordem privada ou individual, mas como um fenômeno estrutural, de responsabilidade da sociedade como um todo. 

Combater esse tipo de violência no Brasil não é uma tarefa fácil, mas segundo a promotora de Justiça, Maria José Alves da Silva, titular da Promotoria de Combate e Prevenção à Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher, há avanços que devem ser comemorados. 

Entre eles estão a Lei Maria da Penha e a Lei do Feminicídio, que para a promotora, fazem toda a diferença na hora de autuar o agressor. 

“Antes da Lei Maria da Penha, a violência contra a mulher era considerada crime contra a honra e de menor potencial. Os casos iam para juizados especiais onde se pagava cestas básicas. Era um absurdo!”, disse em entrevista ao EXTRA.

Confira na íntegra

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia