Acompanhe nas redes sociais:

21 de Setembro de 2018

Só no site :: Alagoas

10/09/2018 - 09:49:18

Vereador agonizou por três horas até morrer, diz SSP

Assassino roubou carro para se exibir e "pegar" mulheres

Redação
Henrique Matheus conheceu o parlamentar enquanto vendia cadeiras - Foto: Bruno Fernandes

A Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP-AL) realizou na manhã desta segunda-feira, 10, coletiva de imprensa para dar mais detalhes sobre o assassinato do vereador de Maceió, Silvânio Barbosa.   

De acordo com o delegado Fábio Costa, o ambulante Henrique Matheus da Silva Sousa, 18, conheceu o parlamentar enquanto vendia cadeiras e artesanatos em rodovias.

Os dois trocaram telefones e marcaram um segundo encontro, que aconteceu na quinta-feira, 6, dia do crime. Silvânio pegou o rapaz na casa onde morava no Benedito Bentes e levou até o apartamento. 

"O assassino premeditou o crime. Levou uma faca média escondida dentro de um casaco. Quando os dois estavam no quarto, o vereador, que estava só de toalha, foi surpreendido com uma facada no pescoço. No total foram 26 golpes de faca", esclareceu Fábio Costa.

Ainda de acordo com a equipe de investigação da SSP, o vereador levou aproximadamente três horas para morrer. "Ele foi esfaqueado por volta das 20h30 na quinta-feira e foi a óbito perto da meia-noite de sexta-feira".

Silvânio foi encontrado no chão da sala do apartamento. Antes de morrer, ele conversou com o assassino e pediu um travesseiro, um copo de água e um ventilador. 

Leia mais

Av. Benedito Bentes poderá se chamar Silvânio Barbosa 

Silvânio Barbosa é sepultado sob aplausos e pedidos de justiça

Família esclarece: assessor não participou do crime  

"Toda hora que Matheus ia sair do apartamento Silvânio pedia por ajuda, então o rapaz esperou Silvânio sangrar até a morte para ir embora", disse. O vereador ainda tentou negociar: disse que pagaria R$ 10 mil para que o rapaz o deixasse vivo.

Henrique Matheus confessou ter matado Silvânio Barbosa e está detido no Sistema Prisional de Alagoas. Ele responderá por crime de latrocínio e pode pegar até 30 anos de prisão. O laudo da perícia técnica ficará pronto em 20 dias. 

Em depoimento, o jovem informou que "estava de olho no carro do vereador, já que é apaixonado por veículos e queria se exibir na cidade para pegar mulheres'.

Um vídeo postado no perfil de Henrique Matheus, no Facebook, mostra o rapaz dentro de um fusca antigo brincando que iria encher o carro de "raparigas". O assassino confesso do vereador foi preso na noite de sábado, 9 em Pombal, no Sertão da Paraíba. 

Assista


Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia