Acompanhe nas redes sociais:

24 de Junho de 2018

Só no site :: Alagoas

28/02/2018 - 19:36:22

Baixinho Boiadeiro matou Tony Pretinho, afirma polícia

José Fernando Martins e Sofia Sepreny
Foto: José Fernando Martins

Durante coletiva de imprensa realizada na tarde desta quarta-feira, 28, a Secretaria de Segurança Pública de Alagoas (SSP-AL) afirmou que José Márcio Cavalcanti de Melo, o “Baixinho Boiadeiro”, teria participado da morte do vereador de Batalha, Tony Carlos Silva de Medeiros, conhecido como Tony Pretinho.

O motivo do assassinato seria vingança pela morte do também vereador Adelmo Rodrigues de Melo, o Neguinho Boiadeiro, pai de Baixinho, que aconteceu em novembro do ano passado. 

Desconfiado que Tony Pretinho estaria envolvido na execução do patriarca, Baixinho teria decidido vingar o assassinato do pai e também, segundo a Polícia Civil, a morte de seu tio, Emanuel Messias de Melo Araújo, o Emanuel Boiadeiro, 30, que ocorreu em 2016, após confronto com policiais no Sertão de Alagoas.

Leia mais

Morte de Boiadeiro foi planejada por dois meses, diz delegado 

Quando Tony Pretinho foi executado, um mês após a morte de Neguinho Boiadeiro, em dezembro de 2017, foi veiculado na imprensa que o vereador teria delatado Emanuel Boiadeiro à Polícia. 

Ele teria contado que Emanuel andaria fortemente armado pelas cidades sertanejas. Uma das provas que ligaria Baixinho Boiadeiro à morte de Tony Pretinho seria uma pistola de 9 milímetros, mesma arma que o acusado teria usado nos disparos contra de José Emílio Dantas, minutos depois a morte de seu pai. 

José Emílio Dantas, conhecido como Zé Emílio, é pecuarista e filho do ex-prefeito "Zé Miguel", assassinado em março de 1999. Ele sofreu um atentado e foi baleado no dia em que Neguinho Boiadeiro foi morto.

Em força-tarefa realizada na semana passada, a Polícia Civil prendeu o vereador de Batalha, Alex Sandro Rocha Pinto, de 45 anos, conhecido como Sandro Pinto, possivelmente envolvido com o assassinato de Boiadeiro. Além de Sandro, seu sobrinho Rafael Pinto também foi detido.

Na operação desta quarta foram cumpridos 12 mandados de busca e apreensão, sendo seis deles em fazendas. Dois mandados de prisão estão em aberto, um contra Baixinho Boiadeiro e outro contra Tiago Mariano Tenório, que teria ajudado na execução de Tony Pretinho. Ambos são considerados foragidos.


Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia