Acompanhe nas redes sociais:

20 de Novembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 980 / 2018

17/07/2018 - 11:04:46

Lula vai, Lula vem

Alari Romariz Torres

Assustada, aterrorizada, completamente perdida. É assim que me sinto nas atuais circunstâncias em que se encontra o Brasil.

Primeiro, a euforia da Copa. O país inteiro se mobiliza na esperança de que vinte e poucos jogadores sejam campeões. Para tristeza de todos, os meninos preparados por Tite foram para a Rússia mascarados, vaidosos e nada fizeram. Um monte de dinheiro jogado fora: famílias de jogadores e até cabelereiro foram para lá torcer pelo Brasil. No fim de tudo, uma grande decepção.

Enquanto durava a Copa do Mundo, políticos tramavam novas jogadas para soltar o Lula. Passada a tristeza, vêm notícias espalhafatosas: “Lula vai ser solto! Lula continua preso!”. E não sabíamos em quem acreditar. Foi o dia inteiro de juízes e desembargadores lutarem para que a Polícia Federal soltasse o pernambucano.

Festas começaram a se organizar pelo país todo. O MST ameaçava pular, cantar, dançar. A TV dava notícias de meia em meia hora. Esquerda e direita emitiam opiniões contraditórias. O insucesso da Copa deu lugar à situação do Lula.

Espanto-me ao ler e ouvir opiniões de juristas famosos analisando a atitude de colegas de maneiras completamente diferentes. “O desembargador do TRF4 está certo. O Moro será punido. Pode isso, não pode aquilo.” E o povo atônito nada entendeu.

Fico imaginando a cabeça do presidente emérito do PT: deve ter tomado banho, preparado o discurso, aguardado uma boa dose de uísque. Outra ligação: não vai sair mais, houve nova determinação. E o coitado, encarcerado entre quatro paredes, volta a ficar triste.

Termina o domingo e o Lula não sai da prisão. A internet borbulha com vídeos de políticos, juristas, analistas, de esquerda e de direita. Mais uma vez, o povo brasileiro não sabe em quem acreditar.

Tudo isto está acontecendo num país sem rumo, governado por um homem fraco, atemorizado, que perdeu as rédeas do governo. Nomeia ministros do PT pra agradar a esquerda, tenta fazer de seu principal assessor um possível candidato à Presidência da República, mas a vítima não consegue agradar à população. Os escândalos se sucedem e ele, o presidente deixou até de pintar os cabelos.

Mas os petistas não desistem de soltar o Lula para que seja candidato nas próximas eleições. Sinceramente, não sei se o paciente terá saúde suficiente para superar tanta pressão. Dizem que é diabético, hipertenso, ouvindo notícias alarmantes o dia todo e o pior, está em abstinência de álcool.

Os outros candidatos, em campanha, se aproveitam da situação para gravar vídeos, fazer discursos, conquistar os eleitores. Poucos decolam, alguns são agredidos nas ruas e ninguém entende absolutamente nada. Enquanto isso, a corrupção continua de Norte a Sul do Brasil.

Vivemos numa roda viva de escândalos! Diariamente a imprensa comenta que políticos desse ou daquele estado receberam propinas. Em Alagoas, tudo corre normalmente e o pior dos Poderes é o Legislativo, cujo crime maior é pagar salários dobrados a novecentos comissionados, em evidente uso indevido do dinheiro público.

As eleições vêm aí e não houve mudança no tipo de campanha. Abertamente, carros trafegam mostrando nomes de futuros candidatos em adesivos nos vidros, políticos possuidores de mandato distribuem dinheiro, ambulâncias e tratores às Prefeituras, fruto de verbas públicas.

E Lula continua preso, mas os petistas estão em plena campanha para a Presidência da República. Se o torneiro mecânico sobreviverá até outubro, não sabemos. Como ele é nordestino, pode ser que resista. O nordestino é um forte!

Ninguém entende nada, o povo está confuso, o país dividido, os juristas não se entendem e não sei qual será o fim da novela do Lula. Só Deus sabe!

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia