Acompanhe nas redes sociais:

23 de Setembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 979 / 2018

11/07/2018 - 18:16:53

Sururu

Da redação

Ponto fora da curva 

1 - O senador Fernando Collor é hoje a única lide-rança política do estado com cacife para mexer no quadro sucessório atual, com Renan Filho nadando de braçada.   

2 - A menos de três meses da eleição, Alagoas caminha para aclamar a reeleição do governador, caso chegue às urnas sem adversário a altura. 

3 - Pelo menos até agora tudo conspira a favor de Renan Filho, que soube administrar a falta de novas lideranças conjugada à crise econômica. 

4 - Não fosse o fator Collor, o governador nem precisava fazer campanha e até poderia se dar ao luxo de escolher seus eleitores preferidos. Mas em seu caminho rumo à reeleição tem uma pedra, chamada Collor. 

5 - Ao decidir ficar fora da disputa majoritária, Téo Vilela pendurou as chuteiras, entregando a liderança política do estado ao clã de Murici e ao senador Fernando Collor. 

6 -Para não ter disputa no pleito majoritário os Renan (pai e filho) precisam acomodar os interesses de Collor, único ponto fora da curva na luta dos Calheiros pela hegemonia política de Alagoas. 

7- Com Rui Palmeira fora do páreo, o resto está tudo dominado, enquanto os Calheiros trabalham 24 horas por dia na busca de uma composição com Collor. Um possível acordo passa pela eleição do filho Fernando James Braz Collor de Mello a deputado federal e compromisso para 2022. 

8 - Com isso, Renan Filho terá a tranquilidade de uma reeleição garantida, mas Alagoas corre o risco de engessar a democracia e enterrar o futuro de seu povo. 

Marcados para morrer

A investigação sobre a atuação de grupos de extermínio em Alagoas pode conduzir a um escândalo de grandes proporções, por envolver oficiais da PM e autoridades do Poder Judiciário. Informações confidenciais chegadas ao Conselho Estadual de Segurança podem ser o fio da meada para desvendar os meandros desse conluio criminoso.

Segundo essas informações, um militar expulso da corporação e condenado por integrar uma organização criminosa seria o responsável pelas listas dos jovens marcados para morrer. Espécie de lista de Schindler ao avesso.

O fato e a foto 

A coluna Radar, da Veja Online, divulgou no início dessa semana a decisão do deputado Marx Beltrão de colar em Renan Filho como estratégia de campanha eleitoral. Esta semana, o jornal EXTRA captou a foto acima, que confirma a informação da revista e revela que Beltrão superou as divergências e disputará o Senado mesmo sem o apoio dos Calheiros.

Bombeiros trapalhões

Na véspera de se apresentarem à corporação, 14 bombeiros recém concursados foram surpreendidos por uma portaria do coronel Adriano Amaral, comandante do Corpo de Bombeiros, excluindo os novos soldados-alunos.

Uma das alegações para exclusão se refere à altura dos novos praças, mas eles já haviam sido nomeados pelo governador após passarem em todos os exames.

Além de danos morais e prejuízos financeiros com exames de saúde e compra do fardamento, o ato gerou sérios danos morais que deverão ser ressarcidos judicialmente. 

Caso de polícia

Recente decisão do Tribunal de Contas da União (TCU) sobre a destinação dos precatórios do Fundef deve complicar a vida de prefeitos alagoanos que usaram esses recursos para diversos fins, inclusive para enriquecimento ilícito.

No país todo são R$ 90 bilhões já liberados pela União para estados e municípios. Desse total, mais de R$ 1 bilhão veio para Alagoas e, desde então, prefeitos e escritórios de advocacia brigam para meter a mão na grana.

A vez do eleitor

Assustados com os altos índices de rejeição, deputados e senadores culpam a imprensa pela indignação dos eleitores contra a classe política.

Esqueceram que foram eles que inventaram a compra de votos e enxovalharam a própria classe ao institucionalizarem a corrupção e a roubalheira no país.

Por não acreditar mais em ninguém, o eleitorado se vira como pode: cobra caro pelo voto, recebe dinheiro de um candidato e vota em outro, enquanto muitos anulam o voto ou simplesmente deixam de votar. 

Energia solar

Alagoas está na rabeira dos estados nordestinos com residências que produzem energia através do sistema de placas fotovoltaicas. Mas agora o BNDES está incentivando a produção de energia solar com financiamento barato para pessoas físicas. Os recursos serão repassados pelo BNB a taxas que variam de 0,9% a 1,5% ao mês, dependendo do cadastro bancário de cada cliente. 

Te cuida, Rogério

O site 7 Segundos divulgou áudio em que o sócio de uma Oscips confessa que recebeu a lista pronta para contratar funcionários da Prefeitura de Arapiraca. O conluio seria comandado pelo secretário de Gestão Pública, Antônio Lenine Filho, operador do prefeito. 

A denúncia está sendo investigada pelo Ministério Público Estadual e, se confirmada, pode derrubar Rogério Teófilo, cuja gestão até agora não disse a que veio. 

Te cuida, 

Arthur Lira 

A ex-mulher do deputado federal 

Arthur Lyra está decidida a enfrentar o ex-marido na disputa por uma vaga na Câmara Federal em outubro próximo. Jullyene Lins filiou-se ao PRTB e deve oficializar sua candidatura nos próximos dias.

Autora de uma ação penal e outra cível contra o ex-marido – por espancamento e recusa em pagar pensão aos filhos – Jullyene disse à Folha Online que seu projeto é prá valer: “Vou entrar na campanha de peito aberto. Quero levar à frente a luta em defesa dos direitos das mulheres e em prol daqueles que sofrem com a violência dentro de casa”.

Caiu a ficha                 de Lula

“Lula já perdeu a esperança de que possa ser libertado antes das eleições de outubro. E que agora será só uma questão de tempo para ter rejeitado pela Justiça o pedido de registro de sua candidatura.

Não desistirá do pedido. Nem de adiar ao máximo o anúncio do seu apoio a outro candidato do PT à sucessão do presidente Michel Temer. O que lhe interessa é ir o mais cedo possível para casa, e ponto”. (Ricardo Noblat)


Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia