Acompanhe nas redes sociais:

25 de Setembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 977 / 2018

26/06/2018 - 19:13:25

GABRIEL MOUSINHO

Última chamada

Alagoas pode perder, nas próximas eleições, três grandes políticos da chamada ala jovem por simplesmente não terem paciência e simplesmente escolherem cargos que poderiam ser disputados mais pra frente: Maurício Quintella, Marx Beltrão e Rodrigo Cunha. 

Com uma reeleição para deputado federal garantida e a chance de voltar novamente a ser ministro pelo bom trabalho realizado, Quintella e Marx se entusiasmaram com o canto da sereia e arriscam suas belas carreiras políticas ao disputarem uma vaga de senador onde estão instaladas duas velhas raposas, Renan Calheiros e Benedito de Lira.

Já Rodrigo Cunha com um histórico político respeitável, é instado pelo PSDB e se aventurar também para o Senado, quando uma candidatura a deputado federal seria a mais inteligente no momento. A esta altura do campeonato depois de negociarem suas bases eleitorais, não resta outra coisa a Quintella, Marx e Rodrigo a não ser trilhar pelos caminhos da dúvida e da certeza de que poderiam evitar vexames e prejuízos nas próximas eleições.

Projeto adiado

O deputado Maurício Quintella tinha tudo para fazer uma programação política de sua vida pública. Se reelegendo deputado federal estaria com o passaporte para ser prefeito de Maceió. Iludido com a falsa pretensão de se tornar senador, parece dar adeus ao projeto de ser prefeito da capital.

Isolamento

Quintella já deve ter percebido que a atuação dos Calheiros em prol de sua candidatura ao Senado não tem surtido o efeito desejado. E anda preocupado, embora sinta que a maré não está pra peixe. O que Renan pai quer é sua reeleição. Os outros, inclusive Maurício, bem, deixa isso pra lá.

Esforço

Sabendo que praticamente ninguém toma sua reeleição já que não existe candidato de oposição, o governador Renan Filho agora entrou pra valer na campanha de reeleição do pai. Ele tem feito apelos para que o senador continue no Senado, mas não tem lá feito tanto esforço no segundo voto para Maurício Quintella.

Dificuldade

A situação eleitoral de Maurício Quintella realmente não é lá esse ouro 18. Nos maiores colégios eleitorais, a exemplo de Maceió, Arapiraca, Rio Largo, Palmeira dos Índios, União dos Palmares, Penedo, São Miguel dos Campos e Coruripe, Quintella não tem nenhum prefeito lhe apoiando.

Sumiu

Quando era ministro dos Transportes, Maurício Quintella tinha grande visibilidade. Depois, sumiu e o Renan sabe que ele não ameaça nem o primeiro nem o segundo candidato ao Senado.

Estratégia

Raposa velha na política, Renan Calheiros trouxe Maurício e o primo Ronaldo Lessa para o governo somente para enfraquecer a oposição. Mas depois de tudo acertado colocou os dois no ostracismo, completamente isolados. 

Meia volta

Ronaldo Lessa passou no centro das atenções da mídia durante muito bom tempo, mas já sabia que não iria topar a parada para disputar o governo pela oposição. Por último conversou com Rui Palmeira e abriu da parada. Vai continuar candidato a deputado federal.

Morrendo na praia

Com um discurso de oposição invejável e uma conduta política irrepreensível, Heloísa Helena parece morrer na praia nas próximas eleições. Querendo fazer carreira solo e insistindo em não se aliar com partidos e políticos tradicionais, Heloísa deverá ser muito bem votada, mas dificilmente atingirá o coeficiente eleitoral para ser conduzida à Câmara Federal.

Perdeu a vez

O deputado Ronaldo Lessa atropelou sua história política ao se aliar aos Calheiros e tem sua reeleição ameaçada. Perdeu a grande oportunidade de disputar, com reais chances, uma vaga para o Senado. Iludido com as promessas e com participação no governo para não causar problemas para a reeleição de Renan Calheiros, Lessa tem tudo para se arrepender depois.

Fora de rota

A coluna aposta que Marx Beltrão não sairá candidato ao Senado nas próximas eleições. Deve renunciar nos próximos dias ao seu projeto e disputar a reeleição. Para alguns aliados de Marx ele gosta mesmo de sofrer. Colocado em escanteio por Renan pai e Renan Filho, Marx Beltrão parece mesmo não se importar com nada. 

Poder de fogo

Enquanto Maurício Quintella e Marx Beltrão abandonam as bases, o deputado Arthur Lira aumenta o poder de fogo no interior e se prenuncia como o mais votado nas próximas eleições. A confiança é tanta, que em Brasília é o nome mais comentado para substituir Rodrigo Maia na presidência da Câmara dos Deputados.

Chances

O vereador Sílvio Camêlo, do PV, dotado da arte de fazer política, é um dos nomes mais fortes de sua coligação para chegar à Assembleia Legislativa. Vereador por várias legislaturas em Maceió, Sílvio tem a simpatia de amigos e um legado de trabalho em defesa da população. O Partido Verde acredita na sua eleição de deputado.

A coisa tá feia

Pelo menos seis PMs podem ser presos a qualquer momento por estarem envolvidos na matança de nove menores, segundo o Ministério Público. Uma notícia triste, quando o governo prega a melhora na segurança dos alagoanos. O governador Renan Filho já lavou as mãos. Quer uma investigação profunda e condena grupos de extermínio parta de onde partir.

Apelação

Com receio de que Benedito de Lira tome a dianteira na capital e bata mais uma vez Renan Calheiros nas urnas, o governador mergulha para desviar a atenção na periferia de Maceió. Anuncia agora a construção de mais escadarias no Flexal, Bom Parto, Bomba, Alegria II e Mocambo II. Eita vontade danada de ser prefeito da capital.

Aqui, não

Nos bastidores, até o senador Fernando Collor entrou na jogada. Ele tentou uma composição para que Maurício Quintella deixasse a disputa pelo Senado e fosse candidato a vice na chapa de Renan Filho. Recebeu um delicado e sonoro não.

É de Fábio

Só se der zebra, mas o candidato a vice-governador é mesmo Fábio Farias, o único em que os Calheiros confiam. Pelo projeto de Renan Filho, somente alguém como Farias para deixar o governo e receber apoio total quando disputar o mandato de senador com Fernando Collor.

Sem surpresas

De um conhecido político sobre as eleições para o Senado: “Mais uma vez ninguém toma as vagas de Benedito Lira e Renan Calheiros”.

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia