Acompanhe nas redes sociais:

24 de Setembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 973 / 2018

29/05/2018 - 14:41:21

Casal instala tecnologia pioneira no NE em nova Estação de Tratamento de Esgoto

Modelo criado na noruega será implantado na ETE do Benedito Bentes e vai tratar 350 litros de água por segundo

Texto de João Arthur Sampaio
A obra da ETE do Benedito Bentes deverá ser concluída em um ano

A convite da empresa Biowater, que aconteceu por meio da Parceria Público-Privada (PPP) com a Sanama, dois engenheiros da Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal) visitaram seis Estações de Tratamento de Esgoto em duas cidades da Noruega. A viagem aconteceu para que os gestores pudessem conhecer novas tecnologias da empresa pioneira em inovações nesse processo e trazê-las para o estado.

O Moving Bed Bio Reactor (MBBR) com Continuous Flow Intermittent Cleaning (CFIC) – que em uma tradução livre significa Bio Reator de Leito Móvel com Limpeza Intermitente por Fluxo Contínuo – foi a grande novidade apresentada aos engenheiros da Casal Luiz Neto, gerente técnico de Novos Negócios, e Júlio César, gerente de Projetos e Custos.

Com a instalação dessa tecnologia na Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) do Benedito Bentes, Alagoas se tornará o primeiro estado da região a utilizar a CFIC e o terceiro a usar o MBBR, que já existe em ETEs no Ceará e em Pernambuco.

O MBBR compacta sistemas de tratamento maiores em menores áreas com a utilização de biomídias – peças de polietileno de alta densidade (PEAD) que aumentam a área de digestão biológica do esgoto – para catalizar o processo, e o CFIC permite o uso de 90 a 99% da capaciadade do tanque. Na prática, isso significa mais eficiência e agilidade no processo de tratamento do esgoto.

“A Companhia tem condições de implantar um sistema revolucionário de tratamento de esgoto, que ainda é considerado novo no Brasil, e é pioneiro no Nordeste. Ele vai substituir as lagoas que atendem a região do Benedito Bentes, pois elas serão desativadas, para oferecer um serviço de melhor qualidade, e que agride menos o meio ambiente”, explicou Luiz Neto.

Luiz ainda disse que esse novo modelo pode ser aplicado em diferentes tipos de efluentes, como o doméstico e o industrial, e é favorável à expansão em módulos. “Eles, na Noruega, respiram sustentabilidade, dão muita ênfase ao tratamento de esgoto e focam na reutilização da água, e a Casal quer utilizar esse modelo e aplicar essa filosofia em Alagoas”, destacou.

“Esse é um ganho enorme para nós, tanto na implantação, já que reduz o tamanho da área necessária para construção das ETE, quanto no operacional, que requer uma complexidade menor no processo. Essa novidade fez com que a Casal saísse na frente nesse quesito, uma vez que é uma tecnologia que poucas empresas têm no Brasil”, pontuou Júlio César.

As cidades vistidas na Noruega, na viagem ocorrida em abril deste ano, foram Tonsberg, Lillehammer e a capital, Oslo. Em cada uma foram visitadas duas estações, totalizando seis. Dessas, uma estava em construção, uma usava o projeto piloto – que vai ser instalado no Benedito Bentes – e outra era a primeira do mundo com MBBR, que está em operação desde 1990.

Quando estiver concluída, a ETE, que está sendo instalada pela Sanama, terá uma capacidade de tratamento de aproximadamente 350 litros de esgoto por segundo, e irá atender os conjuntos Palmares, Santa Luzia, Santa Maria, Santa Lúcia, Salvador Lyra, Zé Maria de Melo, Dubeaux Leão, Henrique Equelman, Antares, Inocoop, Eustáquio Gomes e João Sampaio II. Também serão atendidos o Benedito Bentes I e II, Santos Dumont, Tabuleiro do Martins, Cidade Universitária, Jardim Saúde e Cambuci.

“A PPP para esgotamento sanitário da parte alta de Maceió é mais uma iniciativa do Governo do Estado para universalizar o acesso à rede coletora e ao tratamento do esgoto. Isso vai significar mais qualidade de vida para a população e melhorias para o meio ambiente. A PPP prevê um investimento de R$ 200 milhões para a capital, beneficiando aproximadamente 160 mil pessoas”, acrescentou o presidente da Casal, Clécio Falcão.

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia