Acompanhe nas redes sociais:

19 de Setembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 973 / 2018

24/05/2018 - 19:28:23

Maurício Quintella na briga pelo Senado

“É justificável a descrença do povo pela classe política”, diz deputado

JOSÉ FERNANDO MARTINS [email protected]
Maurício Quintella

O deputado federal Maurício Quintella (PR) foi apadrinhado pelo MDB de Alagoas para ser pré-candidato ao Senado ao lado do já senador Renan Calheiros, que busca a reeleição. Figura carimbada em eventos e inaugurações que contam com a presença do governador Renan Filho (MDB), Quintella foi ministro dos Transportes por quase dois anos, só deixando o cargo para se candidatar às eleições de outubro. 

Em entrevista ao EXTRA, o parlamentar declarou que os desafios de uma campanha ao Senado são os mesmos de qualquer outro cargo eletivo. “Vou mostrar minhas ideias, meu trabalho, defender o debate de programas e projetos. Em tempo das chamadas fakenews, irei demonstrar a verdade e assegurar um debate ético, em que são discutidas ideias, ações, atuações e deixar a responsabilidade de decisão livre ao eleitor. Em resumo, elevar sempre o nível das campanhas”, disse.

Alagoas tem sido constantemente citada pela mídia nacional quando se trata de escândalos de corrupção tornando o eleitor cada vez mais descrente no trabalho dos políticos. Para Quintella, o repúdio do povo contra a classe é justificável. “Essa descrença é generalizada e é uma desconfiança que se justifica com tantas denúncias de corrupção que vemos todos os dias nos meios de comunicação. Mas, sempre trabalhei com muita honestidade e seriedade. Acho que isso me credencia para disputar a preferência desse eleitorado que busca uma nova política. Estou aqui para mostrar que é possível fazer diferente e representar bem o povo alagoano”.

 Sobre a disputa ao Senado em Alagoas ser mais concorrida que a de governador, o deputado considera positiva: “Acho natural que as pessoas tenham várias opções de escolha. Que possam votar naqueles que julgam melhor representar suas ideias e convicções e, de certa forma, convalidar ou não o trabalho que temos desempenhado. Esse retorno também é importante para os políticos. Mas acredito que ainda temos um tempo longo até as eleições e muita coisa pode ser modificada até lá”.

E complementa: “Nossa política regional segue e reflete o que acontece com o quadro nacional, uma vez que temos uma disputa totalmente indefinida ainda para a presidência da República. Questão perfeitamente aceitável, se considerarmos que vivemos um processo de impeachment. Enfrentamos uma crise sem precedentes. Penso que o tempo se encarregará de colocar as coisas no lugar, privilegiando sempre o poder de escolha da maioria, como deve ser sempre em uma democracia”.

Quanto à sua passagem pelo Ministério dos Transportes, Quintella enfatizou que foi um período de grande aprendizado. “Uma aula sobre gestão; política e também sobre o nosso país. Foram milhares de quilômetros percorridos, centenas de cidades e obras visitadas, em áreas das mais diversas que se possa imaginar. A vivência visceral de um setor imprescindível a qualquer país e sociedade que é a infraestrutura de transportes”. 

O parlamentar aproveitou a conversa com o EXTRA para citar os benefícios que trouxe a Alagoas durante sua gestão ministerial. “Tirei do papel obras importantíssimas para nosso estado, como a dragagem do Porto de Maceió, do Rio São Francisco, a ampliação e melhorias no aeroporto da nossa capital, a garantia de recursos para os aeroportos regionais de Arapiraca, Maragogi e Penedo, a construção do Viaduto da PRF, a pavimentação da BR-316 entre Carié e Inajá, a duplicação da BR-101, além da recuperação de toda malha rodoviária federal em Alagoas. Em termos de infraestrutura de transportes avançamos 20 anos em dois”, finalizou. 

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia