Acompanhe nas redes sociais:

18 de Dezembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 971 / 2018

10/05/2018 - 21:15:30

Cronistas esportivos criticam Cláudia Petuba

Secretária de Esporte é acusada de boicotar entidade

Ascom/ACEA
Jornalistas e radialistas ligados à ACEA acusam Cláudia Petuba de desrespeitar a entidade

Esta semana, dirigentes da Associação dos Cronistas Esportivos de Alagoas (ACEA) se reuniram com a secretária de Esporte, Lazer e Juventude do Estado (Selaj), Cláudia Petuba, juntamente com alguns de seus assessores, para tratar de assuntos ligados à entidade de classe, que é constituída por jornalistas e radialistas profissionais, criada depois de uma dissidência nacional da ABRACE, com o surgimento da Associação dos Cronistas Esportivos do Brasil (ACEB).

Em Alagoas, a outra entidade – Associação dos Cronistas Desportivos de Alagoas (ACDA) – fez a opção de permanecer filiada à ABRACE, oportunizando, assim, que fosse instituída a ACEA no estado, hoje com dois anos de atuação, fundada no dia 25 de fevereiro de 2016, com registro no Cartório do 4º Ofício (Lumar Machado), com CNPJ, certificado digital; conta bancária; registro na própria Selaj, a secretaria comandada por Cláudia Petuba, e reconhecimento pela Federação Alagoana de Futebol; Confederação Brasileira de Futebol e a AIPS – Associação Internacional de Jornalistas Esportivos.

No entanto, essa entidade, com quase 100 associados, não vem recebendo da parte da secretária o mesmo respeito que recebe de todas essas entidades citadas. Por ter recebido, recentemente o título de sócia benemérita da ACDA, a secretária vem tomando partido em favor da outra entidade, inclusive assinando um documento de cessão para gestão da área destinada aos cronistas esportivos – conhecida como Tribuna de Imprensa -, onde estão localizadas as cabines de rádio, em detrimento da ACEA ter os mesmos direitos de assumir esse compromisso.

“Segundo a secretária, esse convênio foi assinado em 2015, quando ainda não existia a ACEA, mas que é renovado anualmente. Portanto, caberia a ela convocar a nossa associação, cadastrada na Selaj desde 2017 para administrar os interesses comuns as duas entidades, e não tomar partido por uma delas. Não conhecendo a história da ACEA e dos profissionais associados, é como se não tivesse respeito algum pela entidade. Não acredito que o governador Renan Filho possa concordar com esse tipo de administrar uma repartição do seu governo. Acho ele uma pessoa muito justa e não pode continuar sendo enganado pela secretária”, afirmou o presidente da ACEA, jornalista Jorge Moraes.

Pleitos negados                                                                                               

A ACEA fez três reivindicações à Selaj e nenhuma delas foi atendida pela secretária Cláudia Petuba. Primeiro, a liberação de uma sala para instalação da entidade no Estádio Rei Pelé. Ela alegou que existe uma ordem cronológica de pedidos e o da ACEA é o de número dez. Depois, também não atendeu o pedido de um espaço provisório no setor da Tribuna de Imprensa, que ela cedeu para a ACDA e que não podia liberar. Por fim, ela dificultou o pedido desse espaço, quando disse que são necessárias certidões da Polícia Militar, do Corpo de Bombeiros, do Crea/AL e da Vigilância Sanitária para poder autorizar. A secretária não demonstrou nenhum interesse em ajudar.

Por fim, a secretária Cláudia Petuba desmentiu a informação de que teria autorizado a retirada de um adesivo na porta de entrada para a Tribunal de Imprensa do estádio. Palavras da secretária: “Não mandei, nem ninguém da nossa equipe mandou fazer isso”. Perguntada se o pessoal que estava fazendo a pintura nas paredes e portas do setor não teria feito isso, a resposta foi de que a ACDA é quem está fazendo essa manutenção e ela não teria como informar se foram eles. “Deixou para todos nós uma grande dúvida”, afirmou o vice-presidente da ACEA, Ronaldo da Paz.

Ao final da reunião, a secretária Petuba pediu um documento da ACEA solicitando de volta que a porta receba novamente o adesivo da entidade, para que ela submetesse a decisão sobre o pedido ao presidente da ACDA, o que foi de pronto rechaçado pelos profissionais presentes, causando um mal estar muito grande, encerrando a reunião em um clima desagradável de confronto entre as partes, Selaj e ACEA. 

Insatisfeitos com a posição da secretária em tomar partido pela outra entidade, os dirigentes da ACEA retiraram da porta de entrada da Tribuna de Imprensa o adesivo com o nome da outra entidade, sendo, em seguida, ameaçados pela secretária Cláudia Petuba se assim procedessem. Com a palavra o governador Renan Filho, que, com certeza, não comunga com esse tipo de comportamento da secretária.

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia