Acompanhe nas redes sociais:

25 de Setembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 966 / 2018

11/04/2018 - 11:13:35

Muito dinheiro, milagres, curas e uma medicina calada !!!

JOSÉ ARNALDO LISBOA

Primeiro, eu preciso dizer que sou católico apostólico romano e, assisto missa aos domingos, na Igreja Nossa Senhora Rosa Mística, em Mangabeiras. Estou dizendo isto, para informar que neste meu artigo, eu vou comentar algo sobre a minha própria Igreja e, sobre as crenças e igrejas e de outras denominações. Ou falar das organizações, das arrecadações de dinheiro, dos milagres, seus espetáculos e dos seus dízimos. Tenho muita curiosidade, para saber se é verdade ou mentira, tudo o que vem acontecendo, sobre os fenômenos com tantos milagres, pois, são tantas coisas “maravilhosas” que a gente assiste nas televisões que, precisam ser confirmadas ou não, pela Medicina e, até pelas autoridades públicas. Além da nossa Igreja Católica, sabemos que existem inúmeras igrejas evangélicas tradicionais, como: as pentecostais, batistas, adventistas, Deus é amor etc. etc., além das mais novas, como são a do senhor R.R. Soares, do senhor. Waldomiro Santiago, do senhor Silas Malafaia e do senhor Edir Macedo. 

Nada tenho contra tais novas denominações, porém, como elas arrecadam milhões de reais com tantas facilidades, seria conveniente que elas pagassem, também, seus impostos, já que são isentas, nadando em dinheiro. Muitas delas, aproveitam-se dessa isenção, para terem pastores e funcionários muito bem remunerados e igrejas luxuosas e em quantidades de fazerem inveja às outras organizações pobres. Alguma coisa precisa ser feita, junto à Receita Federal, aos Estados e às prefeituras, pois, enquanto elas ficam isentas dos impostos, vão se multiplicando seus templos em todas as cidades e povoados do Brasil e, até no exterior. Por causa disso, elas “vivem numa boa”, até com emissoras de televisão das melhores. O dinheiro  e o luxo sobram para todas elas.

Ora, Jesus Cristo só começou a sua vida pública, aos 30 anos de idade, morreu aos 33 anos e fez durante 3 anos da sua evangelização, apenas, 35 milagres. Os nossos “apóstolos”, “missionários”, “bispos” e simples pastores, estão fazendo milagres, diariamente e, suas “igrejas” estão lotadas. Em pouco tempo, alguns dizimistas que passavam necessidade, dizem que estão vários carros, várias casas comerciais e outros imóveis. São milagres e mais milagres, sem que a Receita Federal, os Estados e as prefeituras, cheguem até eles. 

Por sua vez, a Medicina já está sendo desacreditada, pois, seus pacientes estão elogiando muito seus milagreiros imitadores de Jesus Cristo. Eu já assisti muitas “curas milagrosas” de câncer, de pessoas que se levantam das cadeiras de rodas e de simples abraços dos apóstolos que tiram as pessoas dos seus sofrimentos. Alguns milagres são, apenas, de cura de dor de cabeças e dor da colunas, mas, alguns querem imitar o Mestre, fazendo coisas que nem Ele fez. 

A Medicina, a Promotoria Pública, a Receita Federal e outros órgãos precisam estar de olho nesses senhores milagreiros. Será que alguns fiscais preferem propinas? Dinheiro não falta !!!  Pelo que vejo, nem Jesus fez tantos milagres. E onde estão os Conselho de Medicina ?

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia