Acompanhe nas redes sociais:

20 de Novembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 962 / 2018

14/03/2018 - 11:34:55

Sururu

Da redação

Coragem e 

determinação

1 - “Não tenho medo de ficar sem mandato”, diz Ro-drigo Cunha, ao anunciar sua disposição de disputar uma vaga de senador na eleição de outubro.

2 - A declaração do deputado revela seu desapego ao cargo e mais que isto, sua determinação de lutar por um projeto político e coragem de brigar pelo que acredita ser o melhor para Alagoas. A história mostra que verdadeiros líderes se revelam na adversidade, não na facilidade.

3 - A decisão de Rodrigo Cunha deveria servir de exemplo para Rui Palmeira, único político que hoje reúne condições para disputar com Renan Filho o governo de Alagoas, com chances de vitória. Assim como o deputado, o jovem prefeito de Maceió tem credenciais que o colocam na lista de futuras lideranças do estado.

4 - O desafio é grande, mas quem se propõe a ser líder não pode se apegar a cargos nem recuar ante a possibilidade de uma derrota eleitoral. É preciso ter coragem e determinação, saber ganhar e tirar lições das derrotas.

5 – Esta coluna já disse – após ouvir analistas políticos –   que o destino de Rui é governar Alagoas, não só por ser jovem, mas por ter ficha limpa e credenciais para governar o estado. 

6 - Nessa perspectiva, Rui Palmeira tanto pode chegar lá já nas eleições deste ano quanto nos pleitos de 2022 ou 2026. 

7 - É só uma questão de tempo.

Ficha-suja

O presidente nacional do PP, Ciro Nogueira, informou que Marcos Fireman - atual nº 2 do ministério - não assumirá a Saúde. O alagoano estava cotado para ser o titular da pasta, na vaga de Ricardo Barros, mas foi “queimado” por constar da lista negra da Lava Jato. 

O número 3 

Com Fireman fora do páreo, outro alagoano está cotado para comandar o ministério mais rico do País. É o médico Adeilson Loureiro, irmão do deputado estadual Léo Loureiro e um dos homens fortes do Ministério da Saúde, tido como o nº 3 da pasta. 

A indicação é do senador Biu de Lira e do filho Arthur Lira, a dupla da pesada que manda na saúde dos brasileiros.

Golpe no Sertão

Um deputado estadual, o vice-prefeito e outros aliados estão se articulando para derrubar o prefeito de uma importante cidade do Sertão alagoano por contrariar interesses nada republicanos. 

Improbidade

O Ministério Público Federal instaurou inquérito civil para investigar denúncia contra o presidente do Creci-AL por improbidade administrativa. Vilmar Pinto é acusado de desviar bem público pertencente à autarquia e contratar empregados sem concurso público. 

Novo penduricalho

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) aprovou mais um privilégio para os magistrados. A partir de agora, o juiz que conduzir uma audiência de custódia terá direito ao gordo adicional de R$ 9,6 mil, livres do Imposto de Renda.

Que Deus salve o Brasil da ditadura da toga.

Nobel da corrupção

O ativista dos direitos humanos Adolfo Pérez Esquivel quer indicar Lula para a próxima edição do prêmio Nobel da Paz, argumentando que o petista “marcou um antes e um depois para o Brasil”. O argentino acreditou na balela de que Lula da Silva tirou 30 milhões de pobres da miséria. 

Mais legítimo seria indicar o condenado ao prêmio Nobel da corrupção e da roubalheira. 

Igualdade salarial

Dados do IBGE apontam que no Brasil o salário das mulheres equivale a 76% do dos homens, o que representa 24% menos. Outra pesquisa – esta do Fórum Econômico Mundial –  ao analisar a paridade de sexos no mundo, coloca o Brasil na 79º posição entre 144 países. A Islândia lidera a classificação de países com maior igualdade salarial. Lá os homens ganham 13% a mais do que as mulheres.

Deu no Radar 

“Os deputados Alessandro Molon e Aliel Machado abandonaram a Rede de Marina Silva e migraram para o PSB. Com apenas dois deputados, a legenda corre o risco de ser extinta caso não consiga 1,5% dos votos válidos em nove estados.

Por isso, a presidenciável aposta, mais do que nunca, em uma velha amiga. Heloísa Helena já anunciou que vai concorrer à Câmara pela Rede. Apesar de aparecer com 9,5% dos votos válidos em Alagoas, a eleição de Helena não será tarefa fácil.

Caso ela marche sozinha, precisará de 160 mil votos graças ao coeficiente eleitoral. O recorde no estado é de Renan Filho (MDB), eleito em 2010 com 140 mil. A última pesquisa no estado mostra ela com 9,5% das intenções de voto. Trocando em miúdos, ela já tem aproximadamente 120 mil votos em Alagoas”.

Velho Chico

O deputado federal José Carlos Aleluia (DEM-BA), relator do projeto de lei sobre a privatização da Eletrobras na Câmara dos Deputados, informa que o modelo a ser definido para a privatização deverá gerar cerca de R$ 1 bilhão por ano para investimentos na revitalização do Rio São Francisco.

O plano inicial do governo definiu que a elétrica deverá direcionar R$ 350 milhões por ano para a recuperação do rio nos primeiros 15 anos após a privatização, que cairiam para R$ 250 milhões nos demais 15 anos.

Como salvar Lula 

“A defesa de Lula vai apresentar um novo habeas corpus para que Edson Fachin leve-o em mesa para julgamento imediato do plenário.

É a forma mais rápida de evitar a prisão do petista e não precisa de autorização de Cármen Lúcia”. 

Resta saber se Fachin terá cora-gem. (O Antagonista). 

Prisão pode sair no dia 14 ou 21

O TRF-4 marcou audiências para os dias 14 e 21 de março. O caso de Lula pode ser apreciado em qualquer uma das duas datas — resultando em sua prisão caso o STF não vote antes o habeas corpus preventivo que os advogados dele apresentaram para impedir a detenção. Cármen Lúcia já avisou que esse habeas corpus não será pautado. Sepúlveda Pertence terá de apresentar outro pedido. 


Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia