Acompanhe nas redes sociais:

19 de Novembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 957 / 2018

30/01/2018 - 15:58:14

SAÚDE MENTAL

Janeiro Branco: saudável e ...

Numa página em branco, no início – janeiro – a pessoa pode escrever a sua própria vida nos próximos meses, depois de dezembro que é um mês da reflexão. É essa a intenção do Janeiro Branco. Ter a consciência de que cuidando da mente e não só do corpo a pessoa possa ter uma vida saudável e feliz.

O saudável pressupõe corpo e mente; portanto, é preciso que neste primeiro mês do ano a pessoa possa fazer uma reflexão do que está fazendo em todos os seus aspectos: vida amorosa, vida familiar e a vida no trabalho, principalmente. É nele que dispensamos a maior parte de nosso tempo, cerca de 6, 8, 10, 12 horas ou mais, por dia.

Portanto, “Quem cuida da mente, cuida da vida!”, da sua própria vida e ela pode ser saudável e feliz.

Proteja-se

Ele é sedutor (charmoso); fala muito bem e chama a atenção do ouvinte; é extremamente inteligente e culto; não tem remorso e nem culpa do que faz; é  manipulador; é  incapaz de amar uma pessoa e é egoísta ao extremo, além de ser incapaz de aprender com os seus próprios erros.

Proteja-se II

Seu principal instrumento de vida: mitomania (mentir e convencer as pessoas de suas próprias mentiras). Não apresenta um pingo de empatia a qualquer pessoa e seu objetivo principal de vida é satisfazer o seu próprio desejo, seja em qualquer área: amorosa, financeira, enfim.

Proteja-se III

Tem um apetite especial pelo poder(qualquer que seja ele); tem tendência ao sadismo (fazer a outra pessoa sofrer); não têm medo de nada; e é capaz de representar o papel de alguém sensível,  “bonzinho” e emotivo.

Proteja-se IV

Usa a violência quando necessário com muita frieza; não apresenta qualquer sintomna como ansiedade, delírios ou alucinações; é capaz de distinguir o certo do errado e tem desejos, tipo:  em drogar-se, comportamentos de cleptomania e de pedofilia.

Proteja-se V

É uma pessoa tipo cameleão (muda os comportamentos conforme seu objetivo para conseguir alguma coisa); pode matar, estuprar e torturar com frieza extrema. 

Proteja-se VI

Geralmente, todos esses sinais surgem aos 15 anos de idade, ou menos, quando tem dificuldade de se adaptar às normas sociais, como tarefa da escola e enfrenta os professores e até os pais. Apresenta comportamento de crueldade com animais, colegas e irmãos nessa idade.

Proteja-se VII

Detalhe: a pessoa acha que viver com esses comportamentos é a maneira dele ser no mundo. Estamos falando do psicopata, ou, de acordo com o Manual Diagnóstico e Estático de Doenças Mentais (DSM), Transtorno de Personalidade Antissocial (TPA).

Conhece-te...

Uma boa piada é sempre bem vinda, ninguém dispensa. É uma forma de está feliz num determinado grupo com amigos. Mas, o humor doentio e exagerado, pode ser um sintoma de um mecanismo de defesa.

De acordo com Freud, ele – o mecanismo de defesa - é uma ação do superego sobre o ego oprimido a fim de protegê-lo do sofrimento. Ainda segundo o Pai da Psicanálise, o ego recusa a realidade do mundo externo e tenta obter prazer afirmando-se contra a “crueldade das circunstâncias reais”.

... a ti mesmo

Assim, o humor é liberador e enobrecedor do ego e visa anular o sofrimento e a dor, em favor do princípio do prazer. Situações que despertam sentimento de tristeza, revolta, injustiça, impotência e decepção.

Mas, esse comportamento tem um limite, não se pode fazer de todos os sofrimentos que a pessoa está passando uma piada; agindo assim, a pessoa pode está tentando, saí do sofrimento de uma forma “lúdica”, mas que na verdade há um sofrimento grave, interno.

A melhor maneira de superar um sofrimento é exatamente ter consciência de que ele existe e enfrenta-lo; é preciso procurar ajuda de um psicólogo e fazer psicoterapia. Não existe alternativa.

Que seu remédio seja seu ...

O alimento carrega bem mais que nutrientes para a construção das células do corpo. Doses de energia que garantem glicose para os neurônios é fundamental para manter ativa a capacidade de memorizar e aprender. A forma como nos alimentamos (ou não) carrega representações psíquicas, projeções e memória afetiva, permeia a maneira como nos relacionamos,  nos comunicamos e pode ser saudável ou patológico.

De acordo com Winnicott, ao sugar o leite (é o melhor alimento do mundo), o bebê não apenas acaba com a fome ele também saboreia o contato com a mãe, o aconchego e o calor de seu corpo (qualquer associação com “caloria” não é coincidência).

Para ajudar a pessoa a ter bem-estar, os alimentos ricos em ácidos graxos ômega 3, como peixes (sardinha), abóbora, semente de linhaça, soja, castanhas (caju, do Pará), espinafre, couve e pepino, são fundamentais e deixa a pessoa apta a aprender mais.

Repetindo a frase da edição anterior da SAÚDE MENTAL, doces e frituras deixam a pessoa intelectualmente preguiçosa e com maior risco de depressão. Os ácidos graxos trans, abundantes nas batatinhas fritas e nas frituras, causam tristeza.

Mas, os Ácidos graxos como peixe (ômeca 3, sardinha e outros peixes), abóbora, semente de linhaça, soja, castanhas (caju e do pará), espinafre, couve e pepino, erva cidreira, kava-kava, erva de são joão, podem amenizar os sintomas da depressão. Somente alimento ou medicamento não vai deixar a pessoa sair de um processo depressivo. É preciso fazer psicoterapia. 

Já a castanha do pará, avelã, castanha de caju, ovos, amêndoa, peito de peru, linguado, leite de vaca, arroz e espinafre cru, são alimentos que possuem tripofano, nutriente que produz a serotonina. Esses alimentos são considerados hormônio da felicidade. Eles são estimulantes e melhora o humor. A falta do triptofano pode causar depressão e ansiedade.

...e que seu alimento seja seu remédio

Portanto, o comer é marcado por sentidos biológicos, culturais, religiosos e ritualísticos, sexuais, compensações emocionais, associações patológicas e inúmeras outras abordagens que fazem parte desse extenso cardápio.

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia