Acompanhe nas redes sociais:

14 de Novembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 954 / 2018

09/01/2018 - 15:16:04

Horta faz professores e alunos melhorarem hábitos alimentares

pátio da escola estadual edmilson pontes, em maceió, é usado para plantio de verduras e ervas

Texto de Lucas Leite Fotos de Valdir Rocha
Secretário Luciano Barbosa recebe cesta com produtos da horta

O clima de sustentabilidade e o hábito de uma alimentação mais saudável tomaram conta da Escola Estadual Profº Edmilson de Vasconcelos Pontes. Isto porque, em julho, a direção, professores e estudantes tomaram uma decisão que beneficiaria a vida de todos: implantar uma horta na escola.

De acordo com Tarciana Bastos Vilela, professora de Geografia e uma das pessoas responsáveis pelo projeto, a ideia surgiu durante uma aula onde ela discutia sobre a economia familiar com os estudantes.

“Estávamos discutindo até que decidimos trazer a experiência do livro para a nossa realidade. Logo a empolgação e alegria tomaram conta de todos e decidimos comprar as primeiras sementes para dar início a nossa horta. Durante três meses e meio um aluno, entre o 7º e 9º anos [do ensino fundamental] era selecionado para regar todas as verduras e legumes no início da manhã e outro no final da tarde. Depois disto, a diretora conseguiu algumas mangueiras para fazer a irrigação das plantas”, conta Tarciana.

Com couve, tomate, pimentão, salsinha, manjericão, rabanete, alfaces, erva-doce, erva cidreira, camomila e hortelã, o pátio ficou mais verde e cheio de vida, recebendo a atenção e os cuidados de quem passa por lá.

Mudança de hábitos - Maria Rayane de Souza Silva, estudante do 7º ano, diz que, antes da iniciativa escola, não tinha o hábito de comer verduras e frutas. Atualmente, a jovem, de apenas 13 anos, é quem leva o costume de uma melhor alimentação para casa.

“Não gostava de comer coisas saudáveis, apesar da insistência dos meus pais. Hoje em dia eu troco um salgadinho por tomate, e biscoito por maçã, que é a fruta que eu mais gosto. Agora até meus pais estão com hábitos mais saudáveis e comendo mais verduras em casa”, afirma Maria Rayane.

Paulo Vitor Dantas Leite, também do 7º ano, já tinha o hábito de plantar alimentos no sítio da avó, em Pilar, e quando viu a novidade na escola ficou muito contente. “É muito importante colocar a mão na massa e saber o valor de cada alimento. Fico bastante feliz em ver que a escola tem agora uma plantação de alface, tomate, entre outras coisas”, comemora.

Sustentabilidade

A diretora da Escola Estadual Edmilson Pontes, Maria Fátima Cavalcante, explica que as hortaliças são colhidas pelos próprios alunos e entregue às merendeiras, para serem adicionada às refeições.

“Já estamos pegando experiência. Estamos misturando casca de ovo, utilizados nas refeições, com o solo, para deixá-lo com mais vitaminas. A experiência está sendo ótima, ainda não conseguimos atender aos 200 estudantes com a nossa horta, mas tenho certeza que isso é só uma questão de tempo. O nosso próximo projeto é tentar fazer um jardim vertical e plantar algumas frutas”, adianta Maria Fátima.

Uma das profissionais responsáveis pela alimentação dos alunos, a merendeira Marivania Maria dos Santos, também comemora a novidade recém-implantada na unidade escolar.

“A comida está mais saudável. Eles comem tudo e a comida, modéstia à parte, fica uma delícia. Acho muito bacana a escola ter essa iniciativa, que acabou fazendo boa parte dos alunos trocarem as besteiras que comiam por coisas mais saudáveis”, finaliza Marivania.

Presente 

O secretário de Estado da Educação, Luciano Barbosa, recebeu de presente uma cesta com produtos cultivados na horta e se disse encantado com a iniciativa. “Nada é mais gratificante do que ver o fruto de um trabalho coletivo brotar em suas mãos. Estes produtos são perfeitos e são consequência do amor e carinho empregado por todos os envolvidos no cultivo desta horta. Agradeço de coração à diretora Fátima, alunos e servidores da Escola Edmilson Pontes, é uma alegria ver os resultados desta ação”, declara Luciano.

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia