Acompanhe nas redes sociais:

22 de Novembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 954 / 2018

09/01/2018 - 15:09:27

Meio Ambiente

Sofia Sepreny da Costa

Regularização ambiental

Proprietários rurais agora têm até 31 de maio para aderirem ao Programa de Regularização Ambiental (PRA) e garantir benefícios estabelecidos por lei. O prazo para adesão ao programa terminava em 31 de dezembro de 2017 e foi prorrogado pelo governo federal dois dias antes de expirar o prazo.

Reforço no verão

O réveillon da cidade de Maceió gerou 60 toneladas de lixo. Nos eventos privados, a responsabilidade da limpeza foi das empresas organizadoras. Com o grande número de turistas e eventos ocorrendo na capital, a quantidade de lixo produzido aumenta consideravelmente. Por isso a cidade contará com mais 50 agentes para realizar a limpeza da cidade durante o período de verão.

Caranguejo-uçá

Começou o primeiro período de defesa em proteção ao caranguejo-uçá (Ucides cordatus) de 2018. A medida é estabelecida pelos ministérios da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) e do Meio Ambiente (MMA) durante o período reprodutivo da espécie. O primeiro período corresponde ao início de um novo ciclo, que acontece sempre nos primeiros dias do ano, quando os caranguejos machos e fêmeas saem de suas galerias (tocas) e andam pelo manguezal, para liberação de ovos.

Novo aplicativo

Com a chegada do verão inicia-se também a temporada de chuvas na região Sudeste. A diferença é que este ano o aplicativo SOS Chuva poderá informar à população sobre a possibilidade de chuva ou de tempestade na localização exata onde a pessoa está.  É a chamada previsão imediata que, diferente da previsão do tempo convencional, consegue informar a incidência de chuva, granizo ou tempestade com precisão de 1 quilômetro e antecedência de 30 minutos a 6 horas. Nesta fase de teste o aplicativo só funcionará no estado de São Paulo.

Tubarões nos EUA

A onda de frio extremo que atingiu os Estados Unidos e o Canadá nos últimos dias está matando tubarões na região de Massachusetts. Três animais da espécie alopias foram retirados de uma praia de Brewster (Massachusetts) pela ONG Atlantic White Shark Conservancy, que postou nas redes sociais imagens dos animais congelados.

Odores da natureza x doenças

Uma pesquisa realizada por cientistas da escola de medicina Nippon, em Tóquio, Japão afirmou que sentir o cheiro da natureza pode diminuir dramaticamente a pressão do corpo humano, aliviando o estresse, e ainda estimular moléculas que combatem doenças diversas como o câncer. O alívio ainda é imediato. Segundo a pesquisa, os níveis de estresse e irritação diminuem imediatamente após os odores da floresta adentrarem o organismo.

Fundo Amazônia

A preservação da Amazônia foi reforçada com o repasse de R$ 271,2 milhões em recursos da Noruega e da Alemanha. Os dois países participam do Fundo Amazônia, gerenciado pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Ao todo, os projetos de proteção da floresta somam R$ 3,3 bilhões

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia