Acompanhe nas redes sociais:

18 de Novembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 952 / 2017

20/12/2017 - 08:46:45

ECONOMIA EM PAUTA

Bruno Fernandes Estagiário sob supervisão da Redação

Dinheiro extra 

Ceia de Natal, presentes, viagem de férias, todos esses gastos podem ser amenizados. Maceió é uma das capitais do réveillon no Brasil, então se você tem tempo livre, pode aproveitar esse título ao máximo. Ser um guia amador, cozinhar para um turista na sua casa ou hospedá-los e receber até 700 reais por semana é possível. Sites como o Rent a Local Friend, Meal Sharing ou o Airbnb, oferecem esses serviços e ajudam a aumentar o orçamento de fim de ano.

Cana-de-açúcar 

O Senado aprovou o Projeto de Lei da Política Nacional do Biocombustível (Renovabio). O PL cria a política específica para todos biocombustíveis e criam as bases para o desenvolvimento sustentado dessa atividade dentro do país. Com essa política nacional aprovada, a Federação dos Plantadores de Cana do Brasil estima que haverá R$ 1,4 tri em investimentos no setor até 2020, ano que o Renovabio será implementado oficialmente. 

Gastos de ano novo 

Festas com a família, confraternizações com amigos e trocas de presentes. Em meio a isso é fácil perder o controle e exagerar nos gastos. Especialistas em finanças recomendam anotar com antecedência os possíveis gastos do mês. Na hora de planejar o amigo secreto, conversar com os participantes para combinar uma faixa de preço para os presentes. O ano pode estar acabando, mas 2018 está próximo e vem trazendo o IPTU e o IPVA.

Falência de Alagoas 

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, em entrevista ao jornalista Roberto D’Ávila, afirmou que Alagoas não possui auto sustentação para aguentar uma crise duradoura e pode terminar 2020 à beira da falência. Apenas o Espirito Santo e o Paraná estão aptos a passar por uma crise maior que a atual, segundo o ministro.

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia