Acompanhe nas redes sociais:

18 de Novembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 947 / 2017

15/11/2017 - 12:12:51

ABC do Interior

Roberto Baia

SOS Célia

Ao contrário do filho Daniel, que financeiramente vai muito bem, obrigado, a ex-prefeita Célia Rocha está mais “lisa” do que pau de sebo, o que tem complicado suas andanças em busca de apoio a sua pré-candidatura a deputada estadual para eleições de 2018. 

Falta grana

Mesmo com apoio do senador Fernando Collor, que lhe abriu espaço na Secretaria Estadual de Agricultura, Célia encontra dificuldades para fechar alianças em cidades do Agreste simplesmente por falta de grana.

Quem sabe Daniel, que não evitou que ela perdesse um patrimônio por dívidas de campanha, resolva abrir o coração e, assim, ajudar a mãe que já provou que é boa de voto ao ser eleita prefeita de Arapiraca em três oportunidades.

O sombra

O Ministério Público de Alagoas já sabe quem é o “sombra” que agia sorrateiramente, manipulando as ações do ex-prefeito de Girau do Ponciano, Fabinho Aurélio, para surrupiar dinheiro dos cofres do município. As suas artimanhas e identidade foram expostas durante uma delação de um dos envolvidos nas falcatruas.

Ao que parece, a bomba deve estourar a qualquer momento, já que o depoimento do incauto cidadão foi nitroglicerina pura.

Em maus lençóis

São escabrosas as denúncia da Polícia Federal envolvendo o deputado Severino Pessoa, suspeito - com mais seis deputados, dos crimes de participação em organização criminosa, peculato e lavagem de dinheiro. 

Ao que parece, Pessoa, que é pré-candidato a deputado federal, está em maus lençóis. Lembrando que recentemente o Ministério Público de Arapiraca flagrou máquinas do PAC 2 (um trator e um caminhão) sendo utilizadas na limpeza de um terreno da sua propriedade, localizado no Alto do Cruzeiro.

O caso, de acordo com o promotor Napoleão Amaral, será entregue ao Ministério Público Federal.   

Em apuros

Ao que parece, a cultura de Arapiraca anda em apuros. É que o município figurou, em 2016, como o único do estado a ser contemplado no edital de Fortalecimento do Sistema Nacional de Cultura, que resultou na formação de dez novos Pontos de Cultura, a serem beneficiados com recursos de R$ 180 mil, cada um deles. 

Sem documentos

A medida fez vir à tona projetos criados por associações locais em benefício da comunidade em áreas ligadas ao audiovisual, cidadania, cultura afro e popular, música, dança, teatro. Mas todo o esforço empreendido pode ser em vão. A Secretaria de Cultura, Lazer e Juventude perdeu o prazo e deixou de apresentar documentos para validação do convênio com o Ministério da Cultura (MinC).

Perde dinheiro

Na prática, o município deve ficar sem receber R$ 1,2 milhão como parte do convênio com o MinC, no total de R$ 1,8 milhão, que deveriam ser distribuídos entre os dez pontos no período de três anos de realizações das ações. Apenas a primeira parcela, no valor de R$ 600 mil, chegou a ser repassada ainda na gestão da ex-prefeita Célia Rocha (PTC) – R$ 60 mil para cada ponto.

Esteve em Brasília

Para tentar reverter a situação, o prefeito Rogério Teófilo (PSDB) esteve pessoalmente em Brasília, sem sucesso na empreitada, já que para corrigir o erro precisaria voltar no tempo o sistema do Portal de Convênios do governo federal, o Siconv. O prazo para a apresentação dos documentos foi encerrado no final de agosto.

Traipu 

O prefeito Eduardo Tavares ressaltou, na quarta (8), a importância do gestor público da atualidade administrar com práticas voltadas ao necessário equilíbrio fiscal.  “Não se pode, em nenhuma hipótese, gastar mais do que se arrecada”, frisou. Para ele, a participação desse ente federativo (município) no bolo orçamentário é muito pequena, já que a União abocanha 70% e os estados 25% de tudo que o Brasil arrecada. 

Arrecadação e despesas

“Os municípios ficam com míseros 5% dessa receita”, ressaltou o prefeito de Traipu, acrescentando que só existem duas formas de a municipalidade se desenvolver: cortando nas despesas ou aumentando a arrecadação, ou ambas as medidas.  Como os municípios só podem arrecadar por meio de impostos, como IPTU, ITBI e ISSS, a situação fica difícil, sobretudo para os municípios mais pobres, que constituem a esmagadora maioria no País. 

Turismo

O prefeito defendeu, também, o aumento no percentual de gasto com pessoal de 54% para 70%. “É preciso buscar soluções e se encontrar a verdadeira vocação econômica de cada município. Em Traipu, sabemos que o futuro está no turismo. Temos que agir com ética e de acordo com o que estabelece a Lei de Responsabilidade Fiscal, pugnando por uma administração fulcrada nos princípios do equilíbrio fiscal, da exatidão das contas, da transparência, dentre outros. Minha luta é para transformar Traipu em um município viável”, frisou.

PELO INTERIOR

... A sétima edição do Circuito Penedo de Cinema foi aberta oficialmente na noite de segunda-feira, 6, na presença de diversas autoridades. A solenidade aconteceu na Sala de Exibições, montada na Praça 12 de Abril, Centro Histórico da cidade. 

... Mais uma vez investindo na realização do evento, um resgate histórico dos grandes festivais que Penedo realizou nas décadas 70 e 80, no Cine São Francisco, o prefeito Marcius Beltrão esteve presente, destacando a importância do evento não só para Penedo, mas para todo o estado. 

... “Para mim é muita alegria estar presente mais uma vez neste evento. Uma alegria imensa fazer parte da consolidação do Circuito Penedo de Cinema. Pelo sétimo ano consecutivo nossa cidade realiza o festival e podem ter certeza, a nossa administração continuará incentivando, investindo. Em nome do coordenador geral, Sérgio Onofre, parabenizo todos por mais uma edição”, disse o chefe do Executivo. 

... Entusiasta de Penedo e amante da sétima arte, Sérgio Onofre, um dos grandes idealizadores do Circuito, agradeceu o apoio de todos e desejou uma semana proveitosa aos participantes. 

... “Agradeço a participação e o envolvimentos de todos em mais uma edição. Para ser breve, desejo que tenhamos uma semana muito rica e frutífera. Que seja uma semana bastante proveitosa”. 

... A mesa de abertura foi encerrada pelo vice-reitor da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), José Vieira da Cruz. O professor destacou em sua fala o apoio e patrocínio dos agentes públicos na realização dos grandes eventos.

... Conhecido mundialmente, o cineasta alagoano Carlos Diegues, o Cacá Diegues, será homenageado pela Universidade Estadual de Alagoas (Uneal) com o título de Doutor Honoris Causa. 

A solenidade de outorga será realizada no dia 14 de novembro, às 20h, no Teatro Deodoro, no Centro de Maceió. 

... O reitor da Uneal, Jairo José Campos da Costa, explica que a condecoração visa enaltecer as contribuições de Cacá Diegues para o cinema brasileiro, bem como destacar, de forma geral, personalidades alagoanas que, por sua obra, contribuem para o avanço cultural e científico da sociedade. 

... Aos nossos leitores desejamos um excelente final de semana, com paz e muita saúde. Até a próxima edição!

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia