Acompanhe nas redes sociais:

15 de Novembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 947 / 2017

15/11/2017 - 12:08:55

Meu Ambiente

Sofia Sepreny da Costa

São Miguel dos Milagres

Lixo e esgoto ameaçam praias de São Miguel dos Milagres (AL). De acordo com Carol Lessa, secretária Municipal de Turismo, apenas 30% do município tem acesso ao saneamento, problema que pode se tornar ainda mais grave com o boom de construção de condomínios à beira-mar. Uma das propostas da secretária é desenvolver um projeto de coleta seletiva na cidade, mas ainda não existe um prazo definido para colocá-lo em prática. Com isso, o objetivo inicial é traçar projetos que auxiliem empresários e trade na execução de ações voltadas ao turismo sustentável.

Elefantes 

A imagem triste de dois elefantes fugindo de uma multidão de pessoas que atearam fogo nos animais venceu o principal prêmio de competição fotográfica sobre meio ambiente da revista Sanctuary. A imagem nos leva a refletir sobre o quanto o ser humanos pode ser cruel a ponto de atear fogo contra esses animais. Não por menos, a imagem foi batizada de Hell hole, buraco do inferno. 

Laranjas dos EUA 

A destruição dos pomares de laranja da Flórida, nos Estados Unidos, devastados pelo furacão Irma em meados de setembro, poderá beneficiar os produtores brasileiros. Para suprir a demanda, o mercado americano deve importar mais suco do Brasil, o maior produtor mundial, segundo especialistas.

Alagoinha 

O Ministério Público Federal em Alagoas (MPF/AL) acompanha a execução das obras do Marco Referencial no local onde ficava o antigo Alagoas Iate Clube, o Alagoinhas, na orla de Ponta Verde. A vistoria é parte da instrução do inquérito civil instaurado para apurar os impactos ambientais do projeto. Os materiais que estão sendo utilizados, bem como as fases em execução da primeira etapa da obra tiveram que ser apresentados. 

Pesca sustentável 

Um grupo de 9 pescadores do Acre participou de uma oportunidade única de aprendizado: embarcaram para o município de Tapauá, no estado do Amazonas, para participar de um intercâmbio com manejadores indígenas da etnia Paumari. A atividade fez parte do projeto Pesca Sustentável. Ao todo, 26 pescadores do Acre e do Amazonas participaram da experiência, que durou 144 horas em cinco dias de atividade. Representantes de órgãos do governo como Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e Fundação Nacional do Índio (Funai) também estiverem presentes.

Golfinhos e baleias na Dinamarca 

Uma patrulha feita por voluntários de junho a setembro deste ano, mostra centenas de golfinhos e baleias mortos nas Ilhas Faroé, arquipélago da Dinamarca localizado no Atlântico Norte. A operação Bloody Fjords (Fiordes sangrentos) foi organizada pela ONG Sea Shepherd. Durante o período da patrulha, nove caças aos animais foram flagradas, o que resultou na morte de 198 golfinhos e 436 baleias-piloto, um total de 634 animais.

Bem-estar nos hospitais 

Um estudo realizado pelo projeto “e-natureza” do Instituto Israelita de Ensino e Pesquisa Albert Einstein, comprovou que Imagens de natureza podem ser usadas para proporcionar bem-estar em hospitais. O projeto surgiu a partir de uma pesquisa sobre estresse e autoestima realizada com mulheres que atuam como profissionais de saúde. Um dos grupos de profissionais participava de uma atividade diária de autocuidado. E essa atividade era complementada por um vídeo com música e imagens da natureza. O resultado foi positivo, pois o grupo que teve as imagens associadas apresentou melhora na autoestima.

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia