Acompanhe nas redes sociais:

14 de Novembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 946 / 2017

07/11/2017 - 11:03:22

Meio Ambiente

Sofia Sepreny da Costa

Monitor da seca

Foi disponibilizado pela Agência Nacional das Águas, no início do mês de outubro, um aplicativo gratuito que permite monitorar a intensidade da seca no Nordeste. O aplicativo, disponível para download gratuito, tanto em dispositivos Android quanto iOS é chamado Monitor de Secas. Ele permite o acompanhamento da intensidade da seca em todo o Nordeste entre julho de 2014 e agosto de 2017.

Avanço do mar 

O desmoronamento causado pela força das ondas no Rio de Janeiro já é um problema antigo no litoral do Norte e Nordeste. Segundo o professor da Universidade Federal do Espírito Santo Dieter Muehe, organizador de livro sobre o tema, estima-se que mais da metade do litoral das duas regiões sofre erosão, chegando a um avanço do mar de cinco metros por ano em determinadas praias, número que seria de 20% na região Sudeste. A situação preocupa no Rio Grande do Norte, onde o avanço do mar tem ameaçado vilas de pescadores em 60% das praias, segundo a Universidade Federal potiguar. Recife e Olinda, em Pernambuco, tentam barrar o avanço do mar com uma linha de pedras. A realidade é que agora a erosão marinha se transferiu para praias mais ao norte do estado.

Piscinas naturais 

O Gerenciamento Costeiro do Instituto do Meio Ambiente do Estado de Alagoas (IMA/AL) realizou a manutenção da sinalização na Piscina Natural de Pajuçara. A ação contou com a participação da Colônia Z1 de pescadores e da Capitania dos Portos de Alagoas. A equipe colocou novos cabos para o fundeio das embarcações na Piscina Natural de Pajuçara. A sinalização nessa região é muito importante para que a haja uma proteção dos corais da piscina. A falta dessa sinalização pode ser usada como justificativa para que as pedras sejam usadas para prender as embarcações.

Cisternas 

Um dos principais e mais reconhecidos programas federais contra seca no semiárido sofre com cortes de verbas e tem uma previsão de redução de 95% no orçamento do próximo ano, o que ameaça inviabilizar a construção de cisternas nas zonas rurais do Nordeste e norte de Minas Gerais.  A fila de espera por uma cisterna de primeira água --destinada para consumo doméstico--, segundo a ASA (Articulação do Semiárido, entidade que reúne 3.000 organizações sociais dos nove estados da região semiárida), chega a 350 mil famílias. Nos últimos 15 anos foram construídos mais de 1,2 milhão desses equipamentos.

Multa ambiental 

Por não ter caráter tributário, multa ambiental prescreve em cinco anos.  Além disso, o termo inicial prescricional é o vencimento do crédito não pago após o fim do processo administrativo. 

Chapada dos Veadeiros 

Com o controle do incêndio no Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, em Goiás, os bombeiros deixaram a reserva, após quase 15 dias de intensos combates. O incêndio, já considerado o maior da história da reserva ambiental, destruiu 26% do parque.

A expectativa é de que em um ano se consiga a recuperação da área atingida pelo fogo.


Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia