Acompanhe nas redes sociais:

24 de Setembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 943 / 2017

18/10/2017 - 09:38:15

Nova plataforma agiliza serviço de entregas em Maceió

Sode cadastra novos “soldados” para expandir seu raio de atuação

Bruno Fernandes Estagiário sob supervisão da Redação
Motoboys autônomos agora contam com a tecnologia para aumentar a renda

Após dias de testes, começou a funcionar em Maceió, a plataforma de entregas delivery voltada para o empresário alagoano, a Soldados da Entrega (Sode). O serviço de entrega de comida e remédio funciona de maneira similar ao transporte de passageiros. Maceió é a quarta capital do país a receber a novidade, que já foi lançada em Recife, Fortaleza e João Pessoa.

A plataforma se vê como a solução para o motoboy autônomo ser dono de seu tempo, ser independente financeiramente e ser reconhecido como microempresário pela legislação, visto que com a parceria, é feita a contribuição mensal ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) e ao Fundo de Garantia (FGTS).

O Sode, segundo Ney Biano, gerente de Marketing do aplicativo na capital alagoana, se define como um aplicativo que conecta restaurantes a clientes. “Os restaurantes fecham parceria conosco e se cadastram na plataforma para terceirizar o serviço de delivery”, explica.

Assim como no transporte privado de passageiros, as entregas são feitas por motoristas parceiros, que se cadastram no Sode para trabalhar para a empresa, mas que não possuem nenhum vínculo empregatício. Os entregadores parceiros fazem as entregas de moto, diminuindo o tempo estimado de entrega de um pedido em até 20 minutos graças à ferramenta de gerenciamento, roteirização e acompanhamento (tracking), tudo feito em tempo real. O entregador está sempre munido de uma bolsa térmica para não esfriar e estragar os pedidos, além de uniforme padronizado.

A empresa é 100% nordestina, porém, também deve lançar o serviço de comida em cidades de outras regiões brasileiras até o fim do ano. O objetivo é tornar o Sode uma das maiores plataformas de entrega de comida do país, batendo, por exemplo, o iFood e o UberEats. 

Para os restaurantes que querem terceirizar a entrega à Sode, é preciso entrar no site www.sode.com.br e fazer um cadastro com as informações sobre o seu estabelecimento. Depois, é necessário pagar uma taxa, valor que inclui orientações e treinamento de novos “soldados”.

Já quem quer ser um entregador, precisa fazer o cadastro no site ou no aplicativo e depois aguardar ser aprovado para realização de um pequeno treinamento e passar a usar a plataforma para fazer as primeiras entregas. 

Uma das diversas vantagens da plataforma é a diminuição no tempo de entrega tanto para o cliente quanto para o estabelecimento contratado, além disso, é também uma poderosa ferramenta de gestão que irá informar ao entregador a cada entrega concluída o valor que irá receber no fechamento do ciclo para que se perceba a evolução dos ganhos e decida se continua ou não na empresa.

SEGURO

Para os motoboys filiados ao Sode, está sendo desenvolvida uma nova ferramenta que funcionará como um seguro. Segundo Biano, os funcionários terão um socorrista 24h por dia a disposição para ajudar em caso de problemas técnicos na moto, durante a entrega de uma encomenda.

Atualmente, cerca de 60 estabelecimentos já estão usando a ferramenta como forma de teste em Maceió, sendo a maior parte concentrada na região da Jatiúca. O objetivo da Sode é expandir seu raio de atuação para empresas da parte alta da capital.

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia