Acompanhe nas redes sociais:

25 de Setembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 935 / 2017

21/08/2017 - 15:56:51

Concessão do benefício depende de histórico escolar

exigência de novos documentos surpreende maceioenses

Bruno Fernandes Estagiário sob supervisão da Redação
Sistema analisa se experiência e escolaridade do desempregado são compatíveis com alguma vaga

Muitas pessoas ainda estão sendo pegas de surpresa com as novas exigências para dar entrada no seguro-desemprego. Ao chegar em alguma agência do Sistema Nacional do Emprego, além dos documentos normais como o requerimento para solicitação do seguro, o termo de homologação da demissão e o comprovante de saque do Fundo de Garantia de Tempo de Serviço (FGTS), as centrais do Sine em todo Brasil passaram a exigir o histórico escolar para que se possa ter direito ao benefício. A medida, embora não seja nova e esteja valendo desde 16 de março de 2017 por ordem do Ministério do Trabalho e Previdência Social, ainda pega muita gente de surpresa.

Só em Maceió, de acordo com números da Secretaria Municipal do Trabalho, Abastecimento e Economia Solidária (Semtabes) o número de pessoas que deram entrada no benefício em 2016 chegou a 5.716. Em 2017, de 1º de janeiro a 15 de agosto, cerca de 4.659 desempregados já se dirigiram às centrais do Sine para exigir o benefício. A tendência é que esse número aumente até o encerramento do ano segundo órgão. 

De acordo com o Sine, o Ministério passou exigir a documentação para que no momento do cadastro, o sistema indique se a formação daquele solicitante bate com alguma vaga de emprego disponível na base de dados. Se sim, a pessoa é encaminhada para essa vaga. A exigência do comprovante escolar já havia sido informada pelo ministério em 2013. No entanto, a sua aplicação efetiva só começou há pouco mais de 4 meses. 

Documentação exigida

Algumas pessoas ficam surpresas com a nova exigência e acabam tendo de voltar mais de uma vez para o local. Para ajudar a evitar problemas, o EXTRA esclarece o que levar ao Sine para pedir o benefício trabalhista.

*Requerimento do seguro-desemprego

*Termo de homologação da demissão

*Comprovante de saque do FGTS 

*Histórico escolar original e cópia 

*Comprovante de residência original e cópia

*RG e CPF originais e cópias

Estudou fora do estado, ou a escola sofreu algum dano? 

Caso a pessoa seja formada em uma escola ou universidade fora de Alagoas, ela pode pedir para que a instituição envie o histórico escolar via e-mail ou correio e o documento será aceito normalmente, porém, se a escola não existir mais, a pessoa deve entrar em contato com a Secretaria de Educação do estado em que estudou ou do município para realizar a solicitação do histórico.

Caso os documentos tenham sido perdidos durante uma tragédia como um incêndio ou uma enchente, será necessário que a diretoria da escola faça uma declaração informando a situação detalhadamente. Com essa declaração será possível obter o seguro-desemprego.

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia