Acompanhe nas redes sociais:

13 de Novembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 931 / 2017

26/07/2017 - 22:30:57

Os depoimentos de quem vive na capital alagoana

Retratos de anônimos se tornam viral no Facebook e servem de motivação para outras pessoas

Retratos de anônimos se tornam viral no Facebook e servem de motivação para outras pessoas
Vendedor de amendoim, Jhone ganha bolsa de estudo da FAMA graças à página que também acompanhou drama de Tereza

Inspirado em iniciativas do perfil norte americano Humans of New York, uma página vinculada ao Jornal EXTRA ALAGOAS foi criada para dar destaque a personagens que são referência para a cidade de Maceió. Simples ou famosos, perfis que caracterizam a capital alagoana.

“Sonhos, pensamentos, histórias de vida, enfim, pessoas. A Humans of Maceió é uma coletânea social que reúne depoimentos de quem passa ou mora na capital”. É assim que a página focada em contar histórias de pessoas se apresenta para o público. 

Os textos curtos contam um pouco da história dos personagens e descrevem a relação que eles têm com a capital. A fanpage conta com quase três mil seguidores. Na última semana, a página ganhou notoriedade e novos seguidores que se interessaram pelos conteúdos apresentados devido à história do um vendedor de amendoim Jhone Vicente dos Santos, 29. Com ela, a fanpage recebeu muitos likes e emocionou milhares de internautas .

Na postagem, o alagoano relatou como é a sua luta diária, assim como a de outros milhares de brasileiros, para oferecer uma condição de vida melhor para a esposa e filhos.

“Compro amendoim no mercado, torro, limpo e ensaco. Tudo com a ajuda da minha esposa. Ela conseguiu concluir a faculdade por causa do meu trabalho informal. Eu investi nela. Ano que vem será minha vez. Vou estudar Direito”, contou. Visualizada por mais de 115 mil pessoas, a história do trabalhador chamou a atenção do coordenador geral da Faculdade de Maceió - FAMA, Douglas Vieira que ofereceu uma bolsa de 100% do curso desejado.

Na página é possível encontrar diversos tipos de depoimentos, de cômicos ao de pessoas aparentemente normais, mas que superam grandes dificuldades diárias. 

A reação da população ao quadro é positiva. Muitos seguidores agradecem os exemplos e se inspiram nas pessoas apresentadas. Em cinco meses, o número de seguidores que acompanham as publicações cresceu 40%. Os personagens podem ser sugeridos e eles não precisam ter nascido na capital.

“À primeira vista muitas pessoas não possuem nada de interessante para relatar”, diz um dos criadores, porém, histórias como a dos desabrigados da chuva como de Tereza Cristina, 39, que hoje mora em um quartinho e se veste com roupas de doação e como da cantora Wilma Miranda, que teve o tio, o jornalista Jayme Miranda, morto pela ditadura emocionam o público.

Um dos primeiros depoimentos da página conta a história do Claudemir Ferreira, 24, que trabalha vendendo sopa e mungunzá desde criança para alimentar os irmãos. Hoje seu objetivo é levar comida todos os dias para seu filho “Às vezes, canso de pedalar o dia todo vendendo o mungunzá, mas quando lembro que tenho uma criança em casa, fico mais motivado”.

Para ler mais histórias da página Humans of Maceió basta acessar o endereço eletrônico https://www.facebook.com/humansmaceio/.


Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia