Acompanhe nas redes sociais:

23 de Setembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 926 / 2017

18/06/2017 - 17:37:31

Um maluco teve essa ideia!

José Fernando Martins [email protected]

Este é o terceiro artigo sobre o qual eu já falei e vou falar a respeito da escandalosa Transposição das Águas do Rio São Franscisco. Estou repetindo o assunto, pois ele é grave e envolve o Tribunal de Contas da União e as 14 empreiteiras, dentre as quais as que estão envolvidas no escândalo da Lava Jato, como a Odebrecht, a OAS, a Andrade Gutierrez, etc. Vocês estão lembrados de que, no primeiro governo do Sr. Lula, há uns 13 anos passados, o presidente Lula tomou uma cachaça e colocaram na cabeça dele que seria “uma boa ideia” fazer a transposição das águas do Rio São Francisco, de modo que o Ceará, o Rio Grande do Norte, a Paraíba e Pernambuco ficassem abastecidos com as águas do Velho Chico. 

Um maluco teve esta ideia e depois do porre de cachaça, o Sr. Lula, sem nenhum planejamento sério, resolveu adotá-la. Técnicos de renome, tanto do estrangeiro como do Brasil, foram contra a ideia, principalmente, os melhores técnicos do Instituto Joaquim Nabuco, do Recife, especialistas em hidráulica, hidrodinâmica, geologia, eletrotécnica e outras especializações da Engenharia. Muitos estudiosos foram contra a ideia, pois disseram que a seca nordestina não seria resolvida desta maneira. Ora, o presidente Lula resolveu apressar tudo para atender aos empresários do Ceará, que ganhariam muito dinheiro com a criação de camarões para exportação. A pressa para começar logo as obras nasceu do compromisso do presidente com as 14 empreiteiras para o dinheiro chegar logo aos canteiros de obras. 

O projeto para ser totalmente executado vai desviar 280 metros cúbicos de água por segundo, mas em nada serão beneficiados os estados da Bahia, Sergipe e Alagoas, hoje flagelados pela seca, com a falta de água para beber, para os animais, para as plantações e demais necessidades. Vão ser retirados do Rio São Francisco 252 milhões de litros de água, por hora, e levados para a criação de camarões e irrigação das fazendas de empresários, amigos do presidente Lula. O Velho Chico que já vem sofrendo ao longo dos anos, agora vai ficar mais seco e prejudicar a geração da energia elétrica nas hidrelétricas. Numa das últimas secas, a represa do Sobradinho ficou com 13% da sua capacidade. Agora, os leitos das barragens vão virar lama. 

Da tomada d’água entre Bahia e Pernambuco até Cabrobó-CE, serão construídos canais numa distância de 2.000 quilômetros, aproximadamente a distância que vai de Maceió para o Rio de Janeiro. Só com a evaporação das águas a céu aberto, as bombas deverão elevar as águas a uma altura de 160 metros, pois precisam de energia elétrica correspondente aos 1.060 megawatts que seriam gerados numa usina como a de Sobradinho. É uma maluquice! É um desperdício de dinheiro, porém, “o absurdo do século” já está parado pelo Tribunal de Contas da União, por causa de gritantes irregularidades. Já existem grandes rachaduras nas obras e algumas firmas estão desistindo por falta de pagamentos. Ora, deve ser construído um túnel para passagem das águas, com 1.500 metros, que correspondem ao comprimento de 15 campos de futebol. O escândalo vai continuar, como está sendo o da Lava Jato!

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia