Acompanhe nas redes sociais:

21 de Setembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 920 / 2017

08/05/2017 - 16:05:50

Economia em Pauta

Sofia Sepreny da Costa

NSS paga benefícios               atrasados

Na última terça-feira, 2, começou a ser pago o quinto lote dos benefícios atrasados do INSS àqueles que recebem o benefício por incapacidade ou pensão por morte entre 2002 e 2009 e tiveram os valores calculados incorretamente. Com isso serão pagos cerca de R$750 milhões a 81,6 mil beneficiários. Os pagamentos serão realizados até o dia 8 de maio de acordo com o cronograma previsto pelo INSS. O benefício pode ser calculado na internet ou por meio da central de atendimento 135. A revisão de valores é automática. Este lote corresponde ao pagamento daqueles com até 45 anos e benefício ativo em 2012. Estão no grupo aqueles que receberão entre R$ 6.000,01 e R$ 15 mil.

Imposto de Renda

Quem perdeu o prazo para declaração do Imposto de Renda deve acessar o site da Receita Federal e baixar o programa do IRPF 2017. Depois é só preencher o documento fornecido e enviar à Receita. A multa pelo atraso será calculada e emitida pelo próprio Programa Gerador da Declaração – PGD. O valor da multa pode variar de 1% a 20% sobre o imposto devido. Não existindo imposto devido, a multa será R$ 165,74.

Queda na produção de petróleo 

A produção de petróleo no Brasil caiu em março pela terceira vez consecutiva segundo dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). A média de produção normal era de 2,55 milhões de barris de petróleo por dia (bpd) em março, a queda foi de 4,7% no mês de abril. Na comparação com o mesmo mês do ano passado, houve uma alta de 12,6% da produção, principalmente impulsionada pelo desenvolvimento das áreas no pré-sal ao longo de 2016. Somando a produção de petróleo e gás natural, o país extraiu 3,187 milhões de barris de óleo equivalente por dia (boed).

Nova indústria em Alagoas

Mais uma indústria será instalada em Alagoas, desta vez a vinda da gigante Duratex trará investimentos de R$1,1 bilhão e geração de 460 empregos diretos. A instalação se dará através da concessão de incentivos fiscais previstos no Programa de Desenvolvimento Integrado (Prodesign). A Duratex, que se uniu em Alagoas à Usina Caeté em 2014, já tem 6 mil hectares de eucalipto plantados no Estado e deverá instalar sua unidade fabril para produção de painéis em 2019. Em seu pleno funcionamento, a unidade terá capacidade de produção de até 400 mil m³. Além da concessão do benefício para a Duratex, foi aprovada a migração da empresa Ultraplast Indústria e Comércio para a nova sistemática do Prodesin. Com a modernização, a nova sistemática do programa oferece vantagens às empresas instaladas em Alagoas, como a redução de 92% no pagamento do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) na saída dos produtos industrializados.

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia