Acompanhe nas redes sociais:

22 de Setembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 920 / 2017

08/05/2017 - 15:53:48

Meio Ambiente

Bruno Fernandes Estagiário sob supervisão da Redação

Praia Acessível 

A primeira edição do Praia Acessível de 2017 vai acontecer neste sábado, 6, de 7h30 até 11h, no início da orla de Pajuçara. O projeto é realizado pela Prefeitura de Maceió, por meio da Secretaria Municipal de Esporte, Lazer e Juventude (Semelj). O projeto destinado a pessoas com necessidades especiais tem por objetivo proporcionar atividades diversificadas e, a cada edição, acrescentar ações que não estejam no cotidiano dos participantes. No total, serão sete sábados de lazer durante este ano, sempre uma vez por mês.

Corrida de trilha 

As inscrições para o ‘BPA Eco Running’, corrida em trilha ou trail run, já estão disponíveis. A competição será no dia 11 de junho e está com 600 vagas ofertadas para os públicos civil e militar. O percurso de 5 km mistura trilhas, estradas de terra com vários obstáculos naturais e contato direto com a natureza local. A BPA Eco Running será realizada no Balneário Catolé, Rodovia BR-316, KM 14, no bairro do Clima Bom, em Maceió. Cada atleta inscrito terá direito a um kit de participação (camisa, bandana, mochila, número de identificação e chip eletrônico descartável).

Campeões da Terra  

No Dia Internacional da Mãe Terra, 22 de abril, a ONU Meio Ambiente lançou o prêmio “Jovens Campeões da Terra”, iniciativa que visa apoiar projetos de defesa do meio ambiente desenvolvidos por jovens entre 18 e 30 anos. As inscrições podem ser feitas até 18 de junho. A plataforma permite que jovens divulguem invenções tecnológicas e modelos de negócio inovadores para melhorar a saúde do planeta. A iniciativa pretende conter o discurso negativo sobre o meio ambiente e inspirar a próxima geração de líderes ambientais. Os interessados podem acessar o site do prêmio: unep.org/youngchampions.

Golfinho 

Um golfinho de quase 3 metros de comprimento foi encontrado morto na segunda-feira, 1º, em Riacho Doce, Litoral Norte de Alagoas. De acordo com o Instituto Biota, o animal, um macho adulto, encalhou na praia. A carcaça é de um golfinho-nariz-de-garrafa, ou “flipper” como é normalmente conhecido, o animal de 2,8 metros de comprimento, é a espécie mais conhecida de golfinhos no mundo.

Amazônia 

terceirizada 

O Ministério do Meio Ambiente (MMA) prevê contratar por R$ 78,5 milhões por ano o monitoramento dos desmatamentos da Amazônia que é realizado desde 1989 pelo Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais). O prazo de 14 dias dado a empresas interessadas em apresentarem seus projetos é considerado curto para a elaboração de uma proposta técnica complexa, que envolve uso de imagens de satélites e formação de equipes de especialistas reforçando suspeitas de favorecimento de alguma empresa que já tenha sido previamente avisada sobre as condições para disputar a contratação. O MMA é comandado pelo ministro Sarney Filho (PV).

Balneabilidade 

De acordo com o Instituto de Meio Ambiente de Alagoas (IMA), no momento há 12 trechos de praias alagoanas consideradas impróprias para banhos, enquanto 51 são consideradas próprias para banho. Em Maceió, entre os bairros do Pontal e Ipioca, são acompanhados outros 20 trechos, seis deles estão considerados impróprios e estão localizados na Praia da Avenida, Jatiúca, Cruz das Almas e na foz do Rio Pratagy. As praias de Guaxuma, Garça Torta e Ipioca estão entre as mais indicadas para banho. Já no Litoral Norte, dos 22 pontos onde são feitas as coletas, entre os municípios de Paripueira e Maragogi, apenas três trechos estão classificados como impróprios: Rio Tatumunha e fozes dos rios Salgado e Persinunga, em Maragogi.

Apreensão de pássaros 

O Batalhão de Polícia Ambiental (BPA) apreendeu mais de 100 pássaros em uma operação desencadeada na segunda-feira, 1º, nos municípios de Satuba e Coruripe. A ação teve como objetivo combater o cativeiro ilegal de animais silvestres. Entre as espécies apreendidas estão papagaio, sibite, guriatã, azulão, patativa, curió, jandaia, cravina, sabiá, galo da campina, sanhaço, papa capim e canário da terra. Os animais foram encaminhados para a sede do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA) para, após os procedimentos, serem devolvidos à natureza. Ninguém foi preso.

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia