Acompanhe nas redes sociais:

14 de Novembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 915 / 2017

03/04/2017 - 15:18:50

Sururu

Lei indecente

Da Redação

1 - A lei de autoria do deputado Tarcizo Freire que obriga a emissão gratuita da Carteira de Habilitação para pessoas de baixa renda é o mais puro clientelismo que, historicamente, só tem agravado as desgraças de Alagoas.  

2 - Essa troca de favores transforma o eleitor em “cliente” e só interessa ao deputado que faz cortesia com dinheiro público e manda a conta para os contribuintes. 

3- Deputado de primeiro mandato, Tarcizo Freire marcou sua chegada à Assembleia Legislativa montado em um boi e logo se destacou ao fazer campanha contra a exigência de simuladores nas auto-escolas do estado. 

4 - Tarcizo se elegeu vereador de Arapiraca por 5 mandatos bancando carteira de motorista para todo mundo, mas não conseguiu livrar seus “clientes” dos simuladores para exames de habilitação. Foi vencido pela seriedade da atual gestão do Detran, que baniu esses vícios do passado. 

5 - Para vingar-se da “derrota”, inventou de criar uma lei exigindo do Detran a emissão gratuita da Carteira de Habilitação para seus “eleitores”.  E mais grave, seus colegas deputados aprovaram a imoralidade. 

6 - Se não for jogada na lata do lixo, essa lei indecente provocará um rombo estimado de R$ 5 milhões por mês nos cofres públicos. Se prevalecer, vai garantir a reeleição do “deputado do boi” por vários mandatos.  

7 - E viva Alagoas! 

Leitos da morte

Pesquisa da Globonews revela que 28 mil leitos do SUS foram fechados no país nos últimos oito anos. Em Alagoas foram desativados 400 leitos no mesmo período, 60% deles em Maceió.  Esses dados mostram que os governos estão brincando de fazer saúde pública.    

O sonho do Biu

Senador Biu de Lira declarou ao jornalista Ricardo Mota que seu sonho é encerrar a carreira política como vereador de Junqueiro, sua terra natal, de onde nunca deveria ter saído. 

Governadores

Quase metade dos governadores do Brasil pode acabar investigada devido a revelações feitas nas delações da Lava Jato. Treze dos 27 governadores estariam implicados nas delações feitas por ex-executivos da Odebrecht. Publicada no portal 247, a informação foi repassada a magistrados do STJ, a quem cabe autorizar a abertura de inquérito contra governadores. 

Barbas de molho

A prisão de 5 dos 7 conselheiros do  Tribunal de Contas do Rio de Janeiro, por  corrupção, deixou seus colegas de Alagoas com as barbas de molho, inclusive conselheiros já aposentados e enrolados em maracutais milionárias.

Assalto ao erário

Vale lembrar que o ex-governador do Rio, Sérgio Cabral, e quase todo seu secretariado estão na cadeia por assalto aos cofres públicos. Já o presidente da Assembleia – Jorge Picciani - foi levado coercitivamente pela PF para prestar depoimento sobre as falcatruas que quebraram o Estado do Rio.

Fim do imposto    sindical

Incomodado com as críticas de sindicatos ao projeto de terceirização aprovado pelo Congresso, o governo vai dar o troco e apoiar o fim do imposto sindical. A medida será incluída no texto da Reforma Trabalhista em discussão na Câmara e conta com o apoio de parte da bancada governista.

O paraíso é aqui

O Brasil tem hoje 17.068 entidades sindicais, enquanto países como Alemanha têm oito e a Argentina, perto de 60. Nos últimos cinco anos, sindicatos patronais e de trabalhadores amealharam com o desconto obriga-tório de um dia de serviço. O fim da contribuição sindical pode ser definido por meio de projeto de lei, bastando os votos da maioria dos presentes para derrubar a obrigatoriedade da cobrança.

Coisa da          ditadura

 O imposto sindical é pago pelo trabalhador uma vez por ano e corresponde à remuneração de um dia normal de trabalho (1/30 da remuneração mensal), sem inclusão de horas extras. Pela legislação atual, essa contri-buição, criada na década de 40, é descontada pelos empregadores na folha de pagamento dos empregados, no mês de março de cada ano.

Todos pagam 

Os trabalhadores autônomos e profissionais liberais devem descontar o imposto sindical correspondente a 30% do maior valor de referência fixado pelo Executivo na época do pagamento. A contribuição está prevista na Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). Em 2015 a mamata rendeu quase R$ 200 milhões, rateados entre CUT, UGT, Força Sindical, CSB e Nova Central. 

Melhor dos mundos

Atualmente, os recursos do imposto sindical são distribuídos da seguinte forma: 60% para os sindicatos, 15% para as federações, 5% para as confederações e 20% para a chamada “conta especial emprego e salário”, administrada pelo Ministério do Trabalho e Emprego.

Condenado

O juiz Sérgio Moro condenou  Eduardo Cunha a mais de 15 anos de prisão. Esta é a primeira condenação do ex-deputado e ex-presidente da Câmara. Nas considerações, Moro dedicou o julgamento ao ex-ministro do STF, Teori Zavascki, morto recentemente em um acidente de avião.

Preventiva

Ao condenar Eduardo Cunha pela primeira vez, Sérgio Moro insiste na defesa das prisões preventivas e acrescenta que ainda não se sabe todos os possíveis crimes cometidos pelo deputado cassado, nem se tem conhecimento de todo o seu patrimônio.

Febre amarela

A febre amarela parece ter chegado a Alagoas. E é de impressionar a atitude da Secretaria de Estado de Saúde (Sesau)  que sequer convocou uma coletiva de imprensa para prestar os devidos esclarecimentos à população. Embora nenhum caso tenha sido confirmado em Alagoas, isso nos faz lembrar sobre o que aconteceu com os bebês microcéfalos. A Sesau, em primeiro momento, negou que haveria um surto no estado. Meses depois, o estouro veio à tona. Diversas cidades registrando casos de bebês com microcefalia e os assessores se passando por mentirosos. 

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia