Acompanhe nas redes sociais:

15 de Novembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 914 / 2017

27/03/2017 - 09:06:55

Meio Ambiente

Bruno Fernandes

Semana da Água

Diante dos problemas relacionados aos recursos hídricos, a Semana da Água, em Alagoas, tem como objetivo alertar para a necessidade do uso consciente e da preservação. A abertura aconteceu na manhã de domingo, 19, com atividades na orla de Maceió. No local, foram apresentados os programas hídricos desenvolvidos no Estado, além de debate sobre monitoramento dos rios que vem sendo realizado pela Sala de Alerta da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recusos Hidrícos e exposição do Instituto Biota. A programação da Semana da Água termina dia 31 com a entrega da Comenda Guardião das Águas. 

Barracas do Francês 

 A prefeitura de Marechal Deodoro assinou, na manhã de segunda- feira, 20, um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) para a volta do funcionamento das barracas na Praia do Francês, naquele município. O acordo possibilita o funcionamento dos estabelecimentos até o dia 1º de novembro, após isso, serão demolidos para início da obra de revitalização que não tem prazo para ser concluída.

Extinção  

Um estudo da UFMG aponta que somente 26 das cerca de 1.500 espécies de plantas previstas na Convenção da Diversidade Biológica estão protegidas em bancos de sementes. A taxa deverá ser alcançada até 2020. Falta de recursos compromete a iniciativa no país, que assinou tratado com outros 200 governos para criar a Arca de Noé de plantas.

Rios do Planeta 

O relatório mundial da ONU sobre Desenvolvimento dos Recursos Hídricos divulgado na quarta-feira, 22, revelou dados alarmantes sobre as águas residuais. Mais de 80% vai parar nos rios e oceanos do planeta, sem tratamento. Isso significa que um terço dos rios do planeta está poluído. As piores condições estão nos países de baixa renda, que tratam somente entre 28% e 8% desse tipo de resíduo.

Rio São Francisco 

O Mar avança sobre Rio São Francisco afetando a população ribeirinha em Alagoas. O fenômeno conhecido como salinização é provocado pela seca prolongada e é conhecido como salinização.  Para o oceanógrafo Paulo Peter, a redução da vazão das águas do Rio São Francisco pela hidrelétrica de Sobradinho, na Bahia, agrava o problema. 

Costa dos Corais 

O Verão 2016/2017, que chegou ao fim no último domingo, 19, foi marcado por uma das maiores ações de proteção do litoral Nordestino. Entre os meses de dezembro e março, a Área de Proteção Ambiental (APA) Costa dos Corais realizou cinco grandes operações de fiscalização. Durante os meses de verão, foram feitos 67 autos de infração e aplicados R$ 294 mil em multas, além de notificações, embargos e apreensões de embarcações, veículos e pássaros silvestres. Também foram alvo das ações fiscalizatórias, situações irregulares de descarte de resíduos sólidos, construções e ocupações em áreas não permitidas e atividades de turismo em zonas destinadas a outros fins.

Riacho Salgadinho  

Representantes da Prefeitura de Maceió se reuniram na tarde de terça- feira, 21, com promotores do Ministério Público Estadual (MPE/AL) e órgãos públicos para dar andamento à força-tarefa que vai recuperar o Riacho Salgadinho. A reunião teve como objetivo a entrega dos relatórios da primeira fase. A Superintendência de Limpeza Urbana de Maceió (Slum) já iniciou mais uma etapa de limpeza do Riacho Salgadinho. A limpeza mecanizada está sendo realizada por uma escavadeira hidráulica e visa diminuir os bancos de areia e retirar o lixo encontrado no local.


Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia