Acompanhe nas redes sociais:

22 de Setembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 911 / 2017

06/03/2017 - 18:25:36

O Carnaval vem aí

Alari Romariz Torres

Há quinze dias só vivemos e respiramos folias de Momo em Alagoas. Apesar da crise, o povo quer brincar o Carnaval. Na TV aparecem várias fantasias, caras pintadas, risos, alegria.

Identificamos aqui e ali criaturas bem esquisitas que nos lembram a realidade. Devem estar faltando no mercado tecidos de listras preta e branca. Seriam os presidiários políticos que deveriam pular o Carnaval, devidamente uniformizados. Ainda existem roupas verdes, laranjas. Por trás de tudo isso, é a imagem dos políticos brasileiros que está meio manchada: ou o cara está preso ou com medo de ser indiciado. Bom enredo para as escolas de samba.

E nós, eleitores, poderíamos fingir que somos palhaços! Elegemos candidatos durante tantos anos e somos enganados. O Brasil caminha para o abismo e a culpa é nossa, das nossas escolhas. Pularíamos todos nós, por todas as regiões do país, devidamente fantasiados de palhaços.

Bruxas, feiticeiros, mágicos são fantasias que caberiam bem em diversos políticos pelo Brasil todo. Uma linda bruxinha seria aquela senadora que lutou cegamente contra o impedimento da Dilma, passando para nós a imagem de bela e correta mulher. No fim, o marido foi preso e ela indiciada na Lava Jato. Conseguiu enganar muita gente e ainda está no Senado dizendo um monte de bobagens. Suas receitas milagrosas não surtem nenhum efeito.

O feiticeiro-mor do Senado continua em pé. Quando o Brasil pensa que ele vai cair, ressurge das cinzas firme e forte. A última dele é prender o Moro! Conheço poucos feiticeiros tão sabidos quanto o Ravengar. Gostaria que aparecesse no Carnaval fantasiado de bruxo!

Mágicos existem vários. Ligo a TV Senado e fico extasiada com os discursos dos senadores! Os do PT descrevem milagres realizados pelo chefe mais importante do partido. Só não dizem que o Brasil se acabou nos dez anos de Lula e Dilma. Nunca se ouviu falar de tantas peripécias praticadas em nossas melhores empresas, levando-as ao precipício, como sabemos. Uma verdadeira ação de circo.

Seria interessante ver parte dos políticos do Partido dos Trabalhadores fantasiados de mágicos no Carnaval deste ano! Só não sei se as fantasias serão de bom gosto!

Existe em Alagoas um parlamentar que se inspira num determinado imperador e chega ao cúmulo de agir como tal. Pois bem, uma bela vestimenta que lembrasse Nero seria o ideal. O meu temor é que ele acreditasse na fantasia e virasse imperador mesmo. Aí a piração seria total!

O atual presidente Temer é uma figura interessantíssima! Lembra-me certos tenores que cantam em palcos famosos! Está sempre arrumadinho, fala pausadamente! Não sei se sabe cantar, mas poderia tentar no Carnaval e sua fantasia se intitularia “O tenor presidente” ou seja, um artista refinado.

Para os bajuladores que pululam no meio político, eu arranjaria uma roupa de carnaval que lembrasse o Bobo da Corte. Aqui, em Alagoas, existia uma figura hilária: nas reuniões palacianas lá estava ele contando piadas e agradando o governador. Triste espetáculo!!!

No Poder Legislativo alagoano faríamos um bloco dos bajuladores de plantão. Para onde o deputado vai, eles acompanham, sempre falando mal dos colegas de repartição. A roupinha poderia ser de meninos ou meninas da escola primária correndo atrás da professora. Iriam fazer sucesso!

Mas, o mais importante no meio político são os laranjas. Pessoas que se despersonalizam para obedecer aos políticos. Conheço vários e às vezes tenho até pena de tais criaturas. Muitas já jogaram sua vida fora para praticar atos ilegais encobrindo parlamentares. A fantasia seria de laranja mesmo; não existe outra.

Quer coisa melhor do que ver na imprensa figuras indiciadas em vários processos querendo passar para o povo lições de moralidade? 

O grande bloco que deveria sair no Carnaval deste ano é o “Bloco dos que vão escapar da Lava Jato”. Sairá alguém? Ou só os fantasiados de fantasmas?

Deus está no comando!  

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia