Acompanhe nas redes sociais:

22 de Setembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 911 / 2017

06/03/2017 - 18:17:11

Gabriel Mousinho

Marx pra vice

Gabriel Mousinho

Com praticamente a impossibilidade de definir uma candidatura ao Senado, o deputado e mi-nistro Marx Beltrão já tem outro projeto político na cabeça: sair como candidato a vice na chapa com o governador Renan Filho no próximo ano.

Mesmo que não discuta esta possibilidade no momento, amigos de Beltrão acham que esta seria a melhor solução para ele se ver livre de uma trombada com o senador Renan Calheiros, candidatíssimo à reeleição.

Detentor de um vasto reduto político na região sul do Estado, Marx Beltrão forrou sua ascensão com inteligência, usando também o prestígio do pai que possui vários mandatos de deputado estadual. Impetuoso, decidido e com boas condições financeiras, o ministro do Turismo trabalha para ir longe na sua pretensão. A princípio seria candidato ao Senado, mas uma pedra no caminho, no caso o senador Renan Calheiros, atrapalha seus planos. Então, é melhor compor e se aquietar, do que partir para a briga.

Mudança de rumo

Mesmo sem definir ainda, o deputado Ronaldo Lessa pode abdicar de uma candidatura à reeleição e topar o projeto de Rui Palmeira, saindo como candidato a vice numa ampla coligação. Lessa é um nome consagrado e seria o ideal, segundo políticos experientes, a fortalecer a chapa de Palmeira. Indagado, ele apenas sorri.

Chupando dedo

Os adversários de Benedito de Lira, sejam na área política, sejam na área de comunicação, observam a robustez eleitoral do senador e lançam boatos de que ele teria dificuldades na sua reeleição. Insistem numa dobradinha Téo-Renan que, pelas composições políticas, é praticamente impossível de acontecer. Aliado a Rui e do mesmo partido, Téo está prestes a se aliar a Biu para enfrentar a chapa do PMDB liderada por Renan Calheiros.

Hora dos acordos

Mais uma vez a badalada praia de Barra de São Miguel será o alvo político principal durante o Carnaval. É por que ali, Renan Calheiros, Biu de Lira e outros políticos se recolhem durante os festejos de momo. Neste período é comum acertos e composições visando as eleições de 2018.

Dupla forte

O senador Biu de Lira e seu filho Arthur foram, respectivamente, eleitos líderes das bancadas do Partido Progressista tanto na Câmara dos Deputados como no Senado. Uma demonstração de que os dois se reforçam a cada dia em Brasília, com repercussão direta nas eleições em Alagoas.

Aproximação

É visível a aproximação do prefeito Rogério Teófilo, de Arapiraca, com o PP de Benedito e Arthur Lira. Rogério passa a ter passagem livre no Ministério da Saúde comandada pelo Partido Progressista. Isso pode refletir diretamente nas eleições do próximo ano.

Boateiros

As informações que circulam nos bastidores de que Rui Palmeira não seria candidato ao governo são de gente que não tem o que fazer.  Pelo menos é o sentimento de pessoas próximas ao prefeito, que vêem Rui decidido a trabalhar muito este ano em Maceió e se credenciar para disputar com Renan Filho o governo do Estado.

Omissão

O governador Renan Filho reconheceu a importância da bancada federal na aquisição de recursos para grandes projetos no estado de Alagoas. Mas bem que poderia melhorar este relacionamento se não omitisse, em algumas obras, os nomes dos parlamentares que viabilizaram esses projetos, a exemplo do Marco Referencial, em Maceió.

Jurando                    inocência

Fazia muito tempo que o senador Renan Calheiros não concedia uma entrevista tão longa. No programa do França Moura ele discorreu sobre vários assuntos e garantiu que todas as investigações que sofre na Operação Lava Jato serão arquivadas, como foi a primeira. O senador também defendeu uma ampla reforma na previdência.

Pé na estrada

Como suas atribuições no Senado como presidente não permitiam estar muito tempo em Alagoas, Renan agora vai se dedicar a percorrer o estado e conversar com lideranças políticas com dois temas: verificar o que cada município necessita e as eleições em 2018.

Pra baixo

O governo do Estado arranjou logo um bode expiatório sobre o crescimento de assassinatos durante o mês de janeiro com relação ao ano anterior: briga entre facções criminosas. É, pode ser.

Salário garantido

O prefeito Eduardo Tavares, de Traipu, garantiu um carnaval gordo para seus servidores. Ele começou o pagamento na última terça-feira, dia 21, e encerrou a folha na quinta-feira. No Carnaval, diz a assessoria de comunicação da prefeitura, “todos com dinheiro no bolso”.

No frevo

O governador Renan Filho em plena campanha para a reeleição foi um dos destaques do Bloco Vulcão no último domingo na praia de Pajuçara. Enquanto os foliões queriam dançar ao som do trio e da banda, o governador deitou falação. Neste evento o policiamento foi reforçado e até o helicóptero da PM fez o patrulhamento da área.

Faca no pescoço

O conselheiro Cícero Amélio pode perder o cargo por atos quando era presidente do Tribunal de Contas do Estado. A ação é do Ministério Público e Amélio é acusado de falsidade ideológica e improbidade administrativa. Amélio, afastado do cargo, contesta as acusações.

Vazio sem o Pinto

As belíssimas Pajuçara e Ponta Verde sentiram a falta do Pinto da Madrugada no sábado passado. Sinal de tristeza e decepção. Os mais de 200 mil foliões que brincavam ao som das orquestras comandadas pelo Pinto foram transformados em poucos entusiasmados, embora se louve os esforços da associação que organizou os festejos. Até agora ninguém sabe ao certo quem contribuiu para que o Pinto não desfilasse nas avenidas, esperando que ele volte renovado no próximo ano.

Decidido

O deputado Cícero Almeida vai mesmo assumir a Secretaria de Esportes no lugar de Cláudia Petuba. Ele deixa a Câmara Federal de onde não deveria nem ter ido, já que foi um deputado ausente durante todo este tempo que ficou em Brasília. Com sua ida para uma secretaria estadual, Renan Filho reforça seu time para as eleições de 2018.

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia