Acompanhe nas redes sociais:

18 de Setembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 908 / 2017

07/02/2017 - 10:20:41

ECONOMIA EM PAUTA

Sofia Sepreny da Costa

Petrobras revisa valores  de combustível
Pra quem achou que com a redução de valores da Petrobras ficaria mais fácil encher o tanque, se enganou no início desta semana. A Petrobras anunciou a redução do preço do diesel nas refinarias em 5,1%, em média, e da gasolina em 1,4%, também em média. Os novos valores já começaram a ser aplicados, porém isso não quer dizer que os postos de gasolina acompanharam a redução. Com o valor repassado pelas refinarias, se o reajuste fosse integralmente repassado ao consumidor, o preço da gasolina caia 0,4%, ou R$ 0,02 por litro. Já o valor do diesel chegaria ao consumidor 2,6% menor - um desconto de R$ 0,08 por litro. Em Maceió o motorista teve um cenário bem diferente, ao invés da redução, os preços aumentaram significativamente.

Negociação Eletrobras
A Eletrobras Alagoas iniciou uma campanha exclusiva para negociação de débitos com as prefeituras e companhias de água municipais do estado. Os representantes dos municípios terão a chance de parcelar dívidas contraídas até o dia 31 de dezembro de 2016, em condições diferenciadas. Os gestores que desejam realizar o pagamento à vista terão isenção dos juros.

Queda na produção industrial
A produção industrial brasileira fechou o ano passado com queda de 6,6%, a terceira taxa anual negativa consecutiva. Apesar dos sucessivos números negativos, em dezembro do ano passado a produção industrial nacional cresceu 2,3% em relação ao mês anterior. O resultado de dezembro é a segunda taxa positiva consecutiva, acumulando nos dois últimos meses de 2016 uma expansão de 2,6%, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

 Não caia na malha fina
A Receita Federal tomou uma medida para diminuição de fraudes relacionadas à inclusão de dependentes fictícios, ou de um mesmo dependente em mais de uma declaração. Foi reduzida para 12 anos a idade mínima exigida para inscrição no Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) das pessoas que forem incluídas como dependentes na declaração do Imposto de Renda Pessoa Física. Antes, o órgão exigia o documento apenas para o dependente com mais de 14 anos.

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia