Acompanhe nas redes sociais:

14 de Novembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 906 / 2017

24/01/2017 - 07:35:51

Novelas, atrizes e meretrizes

José ArnaLdo Lisboa Martins

Você fique bem certo que eu sou um homem de verdade, macho até topar, viríl, mais ou menos “brabo” e que também gosta de mulher. Eu estou dizendo isso para que você não pense que o artigo dessa semana seja uma advertência de que eu não goste das mulheres. A minha idade não me deixa sem as qualidades ou defeitos que vocês têm, quando falando em mulheres. Claro que eu fiquei menos afoito, mas com os mesmos desejos de homens normais. Alguém pode pensar que deixei de gostar de mulher, de admirá-la, de gostar de estar com elas e também gostar de vê-las. O que eu não gosto é de baixaria, de putaria, de sodomia, de sacanagem e de outras aberrações contidas nas novelas da Globo e de outras emissoras. Eu não assisto novelas, mas, aqui-acolá, eu vejo as cenas deprimentes, chocantes, com beijos desnecessários, fora do tema da novela e com nudez barata. Não gosto da novelas que fazem as garotinhas de 8, 10  e 12 anos se igualarem às atrizes ou meretrizes das novelas. Há anos passados eu cheguei a assistir novelas, A Escrava Isaura, Sinhá Moça, Pecado Capital e Saramandaia, isto quando as novelas ainda não se pareciam com as zonas  e os cabarés das pontas de ruas.
Agora, de dois em dois minutos, passa uma cena de sacanagem e de dois em dois minutos um beijo exagerado que não combina com o assunto. As emissoras e os autores de novelas se aproveitam de muita gente que não tem o que fazer, ouvir e ler. Até os títulos das novelas são esquisitos, sem que o nomes combinem com os temas. Além disso, tudo é feito num quarto ou numa sala, com pessoas brigando, gritando e dizendo besteiras. Nas novelas, ninguém tem profissão, ninguém trabalha, ninguém almoça, ninguém viaja e só fazem brigar, quando não estão nas safadezas. As novelas que eram para serem exibidas nas madrugadas são exibidas para as filhas de poucos anos de idade e pelas esposas que acham que trair o marido é a coisa mais normal do mundo. Já não existe proibição para menores de idade. Por sua vez, os lares estão desfeitos em termos morais. As novelas que antes tinham enredo, estão sem estórias para serem contadas. Nas cenas numa cama, às vezes ainda deixam os casais por baixo dos lençóis, mas outras vezes ficam nus mesmos, a qualquer hora do dia. Alguns pais já não sabem se as suas filhas vão querer ser atrizes ou meretrizes dessas novelas que estão sendo exibidas. É uma Sodoma geral!!

Em tempo- O meu grande professor, Eng. Jalbas Tavares Lira, a Dra. Lia Gonçalves Cerqueira e o Dr. Artur Eduardo Cavalcante Cerqueira são dos melhores  e mais importantes leitores que tenho.


Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia