Acompanhe nas redes sociais:

19 de Setembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 903 / 2016

03/01/2017 - 09:58:31

Gabriel Mousinho

Ano tumultuado

Gabriel Mousinho

Chegamos ao fim de 2016 com a certeza de que o Brasil mudou. Nem tanto como esperávamos, mas com perspectivas de que daqui pra frente o país possa mudar com o combate mais intenso à corrupção e mais investimentos em saúde, educação e segurança pública.

Pontos altos de todo o noticiário, o impeachment de Dilma Rousseff e a Operação Lava Jato tomaram conta dos meios de comunicação e das redes sociais. Autoridades foram presas e processadas e a maioria dos políticos e empresários está com a faca no pescoço. Se não resolvemos definitivamente os problemas cancerosos do Brasil, pelo menos deu a impressão de que avançamos bastante e podemos avançar ainda mais.

As últimas eleições mostraram que, com pouca compra de votos, sem o financiamento asqueroso de grandes empreiteiras que lá na frente cobravam a sua parte, se pode fazer política com propostas e com trabalho. Resta, agora, os brasileiros escolherem de forma consciente quem deve nos representar em todas as casas legislativas. E que o Supremo Tribunal Federal julgue com rapidez todos aqueles que foram denunciados, acusados de roubar o meu, o seu, o nosso dinheiro.

Feliz Natal e próspero Ano Novo!

Ele é candidato

O ex-governador Téo Vilela está disposto mesmo a ir à luta em 2018. Ele começa a promover reuniões e já não esconde de ninguém que será candidato ao Senado. Téo poderá fazer uma dobradinha com Benedito de Lira para enfrentar Renan Calheiros, ou o PP pode mudar de posição, embolando as eleições majoritárias.

Expectativa

Desprezado durante a campanha para governador por Téo Vilela, Biu de Lira pode encontrar alternativas para montar uma chapa majoritária para 2018. Um eventual desconforto com o PSDB pode complicar as eleições para o governo e o Senado.

Apostando

Caminhando a passos largos desde quando perdeu as eleições em Maceió, Arapiraca, Palmeira dos Índios e outros municípios, Renan Filho aposta num racha entre Biu de Lira e Téo Vilela. O que seria interessante para ele e o senador Renan Calheiros.

Incorrigível

O governador Renan Filho não está nem aí para o que possam pensar dele. Anuncia abertamente que o Marco Turístico que tem suas obras iniciadas, é um projeto do seu governo. Esqueceu que a emenda parlamentar que garantiu recursos para a obra foi do senador Benedito de Lira. Aliás, uma homenagem aos 200 anos de Alagoas que será comemorado em 2017.

Indiferença

Apesar de ter conseguido os recursos para a construção do Marco Referencial de Maceió, o senador Benedito de Lira não teve o reconhecimento por parte do governador Renan Filho, que se achou o pai da criança. Uma ingratidão, disse um participante durante a solenidade.

Dono da bola

O governador Renan Filho enche os pulmões quando fala em investimentos e obras para Alagoas. Fala do aeroporto de Maragogi, viaduto da Polícia Rodoviária Federal, pavimentação da BR-316 ligando Carié a Inajá, em Pernambuco, e até a duplicação do Benedito Bentes. Mas tudo obras bancadas pelo governo federal e de ação da bancada alagoana no Congresso Nacional.

Quase parando

A duplicação da rodovia estadual que vai de Arapiraca a São Sebastião, numa extensão de 5 quilômetros, faz 1 aninho que não sai do lugar. Como é que o governo quer duplicar de São Miguel dos Campos a Arapiraca, mais ou menos 100 quilômetros, se até agora não conseguiu realizar cinco?

A campanha                     começou

Arregimentando forças políticas, a campanha para as eleições de 2018 já começou para o PMDB. Renan Filho e o pai não pretendem ter novas e desagradáveis surpresas nas urnas.

Pressa

Depois da derrota nos principais municípios alagoanos, o PMDB tem pressa em definir apoios políticos. E nada mais importante como cargos no governo como moeda de troca.

Reeleição

Com uma possível composição com o governo de Renan Filho, o deputado JHC praticamente define sua candidatura à reeleição. Não será candidato ao governo e tampouco ao Senado. O projeto fica pra depois, se os Calheiros deixarem.

Fome de votos

O deputado Marx Beltrão não perde tempo. Vai virar o ano controlando quatro partidos políticos. Marx persegue o objetivo de sair candidato ao Senado, mesmo que tenha que romper com o senador Renan Calheiros, líder do partido do qual faz parte.

Pé atrás

O deputado Ronaldo Lessa é outro que está sendo assediado para participar do restante do governo de Renan Filho. Desconfiado e cobra criada na política, Lessa pensa muito antes de se decidir.

Ressabiado

Ronaldo Lessa ainda não esqueceu o drible que recebeu nas eleições passadas e que quase atrapalha seu projeto político. No final da campanha para deputado teve muitas dificuldades para transpor e quase fica no meio do caminho.

Deixa disso

A situação está tão braba que o governo convoca entrevista coletiva para anunciar o pagamento do 13º salário, como se isso não fosse obrigação do Estado.

Desconfiando

O anúncio do governo com projeto para, entre outros, reduzir o pagamento do IPVA, deixou muita gente com a pulga atrás da orelha. Se acontecer, deverá ser em mínimos percentuais.

Quase parando

A construção do viaduto em Jacarecica, onde seria o início da duplicação da AL-101 Norte, vai bem devagar. Será um sonho dos moradores daquela região ver o projeto concluído nos próximos dez anos.

Hospital Infantil

No apagar das luzes de 2016 o senador Benedito de Lira anuncia a obtenção de recursos para a construção de um Hospital Infantil, em Maceió. Os recursos estão garantidos para o Orçamento de 2017.

Próximo a Renan

As negociações para o ex-deputado João Caldas formar na equipe de governo de Renan Filho demonstram de que lado estará JHC nas eleições de 2018. Muito bem votado nas eleições para prefeito este ano, JHC estava sendo cobiçado por vários grupos políticos.

Avançando

Não é só JHC que está sendo procurado pelo governador. O deputado Antônio Albuquerque, também. Existe a possibilidade do filho de AA, Arthur Albuquerque, ser escalado para o primeiro escalão do governo.

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia