Acompanhe nas redes sociais:

15 de Novembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 897 / 2016

15/11/2016 - 08:36:34

Meio Ambiente

Da Redação

Flores sem cheiro 

Um estudo produzido por pesquisadores do Centro de Pesquisa em Ecologia e Silvicultura de Barcelona, na Espanha, revelou que aumento dos níveis de ozônio no solo tem modificado o perfume das flores e o cheiro de outras plantas. Esta modificação afeta diretamente os polinizadores. Os cientistas fizeram testes com abelhas, que tiveram dificuldades em encontrar as flores, já que elas são atraídas pelo aroma e, estando fraco, elas não conseguem se guiar.

Perigo à vista

A vitória de Donald Trump nos EUA tem preocupados ecologistas. O republicano tem questionado a existência das mudanças climáticas e o papel do homem neste fenômeno, se referindo a estas situações como “besteiras” ou uma “farsa”. Em maio do corrente ano, Trump anunciou sua intenção de “anular” o tratado mundial alcançado em Paris no fim de 2015. O acordo de Paris, que busca limitar o aumento da temperatura do planeta abaixo de 2ºC em relação aos níveis pré-industriais, foi assinado por 192 Estados.

Bike SP

São Paulo sancionou lei que paga para quem vai de bicicleta ao trabalho. O programa Bike SP nasceu da PL 147/2016, do vereador Police Neto (PSD), e foi aprovada recentemente pelo prefeito Fernando Haddad. Cada viagem de bicicleta valerá R$ 1,91(valor que a prefeitura deixará de pagar às empresas de São Paulo por usuário) e o crédito poderá ser usado no Bilhete Único mensal, em serviços, para o pagamento de serviços públicos ou até para a compra de uma bicicleta nova. 

Queimadas em Alagoas

Um relatório divulgado na terça-feira (8), pelo Instituto do Meio Ambiente (IMA), revelou que em Alagoas foram registrados 516 pontos de queimadas no período de 23 de outubro a 5 de novembro. Os municípios que mais registraram focos foram Coruripe e Junqueiro, devido as atividades de queima de cana-de-açúcar. De acordo com o documento, a Área de Preservação Ambiental (APA) de Murici é a mais afetada, sendo registrados 26 pontos de queimadas durante o período em sete municípios, são eles: Murici, Colônia Leopoldina, Joaquim Gomes, Messias, São José da Laje, Novo Lino e União dos Palmares. Maceió registrou 20 focos de queimadas. Já Batalha foi o município que apresentou o menor número de queimadas: apenas dois focos.

Reserva marinha

Foi estabelecida no dia 28 de outubro a criação da maior reserva marinha do mundo, de território equivalente ao do Alasca, no Mar de Ross – localizada na Antártida e um dos últimos ecossistemas marinhos intactos do planeta. O acordo foi alcançado em reunião na Austrália entre 24 países e a União Europeia. O Mar de Ross, considerado um dos ambientes mais intactos no planeta, abriga um terço da população mundial de pinguins de Adélia e 26% dos pinguins imperadores de todo o mundo.

Raios no Brasil

Primavera e verão são períodos com maior incidência de raios no Brasil. A informação é do Instituto Nacional de Pesquisas Especiais. De acordo com o estudo, cerca de 1.790 pessoas morreram em consequência de descargas elétricas entre 2000 e 2014 no Brasil. Desse total, 76% ocorreram nas estações da primavera e do verão. De acordo com o levantamento, 8% das mortes por raio ocorreram em campos de futebol e 5% em praias.

Sabão ecológico 

Comerciantes da Massagueira e da Praia do Saco aprenderam a reutilizar óleo de cozinha para produção de sabão. Na segunda-feira (7), técnicos do Instituto do Meio Ambiente (IMA) realizaram uma oficina de sabão ecológico na região. O produto é produzido com o óleo de cozinha utilizado nos restaurante e barracas daquela localidade. Com o óleo usado, também é possível produzir biodiesel, tinta óleo e ração para animais. A população pode doar o óleo usado para instituições que reutilizam na produção de artigos não poluentes. O IMA recebe doações de óleo usado. Para saber mais, ligue para (82) 3315.1732 ou pode entregar no endereço Av. Major Cícero de Góes Monteiro, 2197 – Mutange.

Inimigo do clima

O churrasco é vilão do aquecimento global. A carne, desde a criação do gado até a mesa do brasileiro, é responsável pela liberação de grande quantidade de gases que causam o aquecimento global, segundo o Observatório do Clima (OC). Os impactos causados pela agropecuária são responsáveis por 69% das emissões de gases de efeito estufa do Brasil. Estão incluídos na conta poluentes decorrentes do processo digestivo e dejetos de rebanhos, o uso de fertilizantes e o desmatamento (43% das emissões nacionais). A recomendação é que o consumo de carne de boi seja menor e a produção mais eficiente.


Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia