Acompanhe nas redes sociais:

18 de Novembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 893 / 2016

17/10/2016 - 17:59:51

Mais de 6 mil empregos serão gerados com a construção de novos hospitais

Somente em Maceió, as obras da Maternidade de Risco Habitual de Maceió, do Hospital Metropolitano, de Clínicas, e o da Criança, vão gerar mais de 2 mil empregos diretos

Maynara Rocha

É o setor de serviços que mais gera empregos em Alagoas, sobretudo no ramo de turismo, entretanto, o Governo do Estado, por meio de uma nova atitude, vai transformar o segmento de saúde como um dos maiores empregadores da Terra dos Marechais.

O Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza (Fecoep) vai ajudar a erguer os hospitais da Criança, o Metropolitano, de Clínicas e a Maternidade de Risco Habitual. Juntos, eles devem gerar mais de 6 mil empregos. Acrescendo ainda os hospitais de Porto Calvo, Viçosa e União dos Palmares.

De acordo com o governador Renan Filho, o Estado vai analisar se abrirá novos concursos para a contratação de servidores definitivamente.

“Com relação a abertura de concursos, o Estado tem que observar se ele vai contratar definitivamente o servidor para estes hospitais. Hoje, nós estamos com o limite máximo da Lei de Responsabilidade Fiscal e não temos facilidade de contratar por concurso”, justificou Renan Filho.

O governador alagoano, entretanto, dispõe de uma alternativa. “Já contamos com a Lei de OS (Organizações Sociais), que já funciona nas Unidades de Pronto Atendimento (UPA) e no Hospital Geral do Estado (HGE). Não posso esperar que o Estado tenha limite fiscal. Iremos fazer funcionar os hospitais, trabalhando e investindo na saúde dos alagoanos”, ressaltou Renan Filho.

Ele confirmou que a iniciativa do Estado dará novo ânimo ao alagoano. “Estamos tratando isto como a menina dos olhos do Governo, mais de 6 mil empregos são esperados com a construção dos novos hospitais na área da saúde. Este será um resgate altíssimo da autoestima do alagoano”, afirmou o governador de Alagoas.

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia