Acompanhe nas redes sociais:

22 de Setembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 891 / 2016

07/10/2016 - 06:07:38

Vossa excelência é um corrupto!

JOSÉ ARNALDO LISBOA

Nós usamos dezenas de nomes para identificarmos pessoas que vivem “fora da lei”. Uns são chamados de sequestrador, marginal, assaltante, bandido, larápio, etc, porém, agora, temos que incluir nos nossos dicionários as palavras, “vossas excelências”. Uns nomes são destinados aos ladrões e marginais mais comuns, enquanto os outros são para o uso de presidentes, ministros, senadores, deputados, governadores, prefeitos e executivos. Assim é que, quando quisermos chamar uma dessas autoridades, temos que tratá-las de “vossa excelência, o marginal”, “vossa excelência, o ladrão”, “vossa excelência, o propineiro” e, assim por diante. Não devemos esquecer que, hoje em dia, os ladrões comuns, são os que mandaram dinheiro para a Suíça ou “paraísos fiscais”, são os que venderam sentenças para soltarem presos, são os que quebraram a Petrobras, são os que se elegeram com dinheiro sujo, surrupiado do Banco do Brasil, dos Correios, da Caixa Econômica, do BNDES e das empreiteiras. 

No meu tempo, os senhores juízes perguntavam: “O que o senhor fez com o dinheiro do assalto ao banco?”, mas, hoje em dia, os senhores juízes perguntam: “O que vossa excelência fez com o dinheiro que roubou da merenda escolar, das ambulâncias e dos medicamentos?”. No meu tempo, os candidatos a senador, deputado, prefeito ou vereador, eram obrigados a apresentar documentos de antecedentes criminais, porém isso já não é preciso, pois os candidatos podem ser denunciados com 5, 7 ou 10 processos, nos Tribunais Eleitorais. No meu tempo, os julgamentos aconteciam antes das eleições, para que não houvesse prejuízo para os candidatos, mas, o dinheiro sempre foi mais importante, principalmente no período eleitoral. No meu tempo, era exigida a folha corrida da polícia ou uma certidão de antecedentes criminais. Agora, bastam as “certidões” do  “deixem comigo!

Domingo, 2 de outubro, teremos mais uma das eleições da era do Sr. Lula. Devido umas tais “súmulas vinculantes”, muitos candidatos estarão sendo votados mesmo processados por terem prestado contas com notas frias e terem dito que construíram 5 escolas que o povo não sabe onde  estão. Teremos vitoriosos, com dinheiro sujo, já que muitos são e continuarão a ser “fichas sujas”! O Brasil está na UTI, porém, alguns dos homens de vergonha, como o juiz Sérgio Moro, resolveram dar um basta na bagunça moral e na impunidade. Tudo faz crer que mandaram prender, também, o tal do “habeas corpus”, para tudo melhorar!

Em tempo – O ilustre procurador do Estado, Dr. Folha, disse ser um dos meus leitores. Agradeço o importante incentivo ao distinto amigo. 

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia