Acompanhe nas redes sociais:

19 de Novembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 891 / 2016

07/10/2016 - 06:01:50

Sururu

Pau no promotor

Da Redação

Ao participar de comício em Monteirópolis, o deputado Olavo Calheiros - que apoia a reeleição do prefeito Elmo Medeiros, bateu forte no lombo do promotor Luiz Tenório. Como membro do Gecoc, Tenório é um dos responsáveis pelo afastamento do prefeito, acusado de improbidade administrativa. Pelos aplausos que o deputado recebeu do público presente, o promotor parece ser pessoa de poucos amigos na cidade. 

Fora da lei

Em seu discurso, Olavo atacou: “Se nesse processo de Monteirópolis alguém tivesse que ser preso seria esse promotor. Ele é um degenerado, um irresponsável e despreparado que age fora da lei. Atua na ilegalidade; é um marginal. É figurinha carimbada que vive de extorquir as autoridades e os políticos”. 

Perseguição

Ainda segundo o deputado, Luiz Tenório usa o cargo para perseguir prefeitos que se neguem a empregar o filho. “Para não perseguir, o prefeito é forçado a arrumar uma consultoria para o filho, que se diz advogado. E não precisa aparecer no trabalho; basta que no fim do mês se mande o dinheiro”. Tenório diz que vai processar Olavo.

Caixa preta

1Um grupo de professores ingressou no Ministério Público do Trabalho com pedido de prestação de contas do Sinteal, pois a categoria entende que há falta de transparência histórica na entidade. A solicitação foi aceita, o inquérito civil de número 001096.2016.19.000/6 foi instaurado e está nas mãos do procurador do Trabalho Matheus Gama, que deve apurar os desmandos. 

2O Sinteal historicamente sempre esteve a serviço do Partido dos Trabalhadores e suas lideranças políticas. Hoje, o que se vêr é um Sinteal sucateado politicamente sendo gerido por um grupelho que se alterna no poder, sem o devido compromisso com a categoria. 

3As investigações do Ministério Público do Trabalho podem abrir de vez a caixa preta envolvendo o Sinteal e seus eternos mandatários. Seus filiados cobram uma representatividade séria e sem comprometimento com partido político “A”, “B” ou “C”. 

Santo do pau oco 

O conselheiro Anselmo Brito, do TC, passa ao público externo a imagem de homem íntegro, mas quando é para receber vantagens e mordomias do cargo, não abre mão de nada. Foi assim com auxílio-moradia, auxílio-saúde, farmácia e até gasolina. Participou caladinho da reunião administrativa e aprovou tudo como estava no papel. E ainda teve a cara de pau de informar ao jornalista Ricardo Mota que aprovou tudo aquilo para investir em seu gabinete. 

Luiz Pedro fez escola

Essa semana um dos jagunços do ex-cabo Luiz Pedro, conhecido como Nildo, por pouco não foi às vias de fato com o vereador Silvânio Barbosa, na porta da Câmara Municipal. O motivo é que o vereador teve a ousadia de fazer uma caminhada em um dos currais eleitorais de Luiz Pedro. Nildo é “assessor” da vereadora Maria Aparecida.

Malandragem 

Cícero Cavalcante tenta a todo custo eleger a filha Fernanda, prefeita de São Luís. O deputado tampão utilizou até o programa do governo que trata de asfaltar ruas para dizer que a obra era de sua autoria. A velha política segue enraizada na cultura do município, enquanto a cidade segue abandonada pelo poder público. 

Surpresa

O voto do silêncio pode mudar a história de várias eleições em todo estado. O eleitor segue revoltado com gestões marcadas pela força. O dia 2 de outubro deve ser marcado por gratas surpresas. Para os velhos coronéis o povo deseja apenas o “já vai tarde”. 

Chapão 

O chapão para disputa proporcional que apoia o prefeito Rui Palmeira deve eleger pelo menos 13 vereadores. Nomes como Lobão, Davi Davino, Kelmann e Aparecida do Luiz Pedro são dados como certo. 

Reflexo 

As forças políticas começam a se alinhar para 2018: de  um lado Renan Filho, Renan, Marx e Collor; do outro Rui Palmeira, Benedito de Lira, Ronaldo Lessa e Teotonio Vilela. 

Alerta

A Rua Basileu de Meira Barbosa, no bairro Pinheiro, segue esburacada causando uma série de transtornos para pedestres e motoristas. Fica o alerta para a Prefeitura de Maceió sanar a problemática.

Solidariedade

No próximo dia 6 a Jeane Rocha Academia de Dança realiza o projeto “Aulão Fitdance Solidário”. A iniciativa visa arre-cadar brinquedos para crianças carentes que fazem tratamento de câncer. O Aulão de Fitdance acontece sob o comando do professor Alex Leleco, às 19h30, na sede da Jeane Rocha Academia de Dança, localizada na Rua Antônio Gerbase, 95, no bairro do Farol, em Maceió.

Mais informações: 3321-3056.

Ficha suja

A Justiça de Alagoas manteve a condenação do ex-prefeito de União dos Palmares, Kil Freitas (PMDB), por improbidade administrativa. O agora ficha-suja, além de perder os direitos políticos por cinco anos, não deve disputar as eleições no próximo domingo, 2. Caso Kil seja eleito, o MPE entrará com recurso para cassar o diploma.

Mamata 

Prefeitos derrotados e de 2º mandato chegando ao fim já fazem as contas de quanto podem arrancar dos cofres públicos. A prática se tornou algo comum em Alagoas. O sucessor fica com o abacaxi. 

Desastre 

O debate na TV Pajuçara reve-lou todo despreparo dos candidatos a prefeito de Arapiraca. Foi duro de assistir até o fim. 

Reta final 

Rui dispara na preferência po-pular e pode ganhar as eleições já no 1º turno. A preocupação tucana no momento  é JHC. 

Sem chance 

Cicero Almeida segue sangrando devido as acusações de corrupção. Ele enfrenta graves problemas na Justiça, como a Máfia do Lixo e a roubalheira dos “taturanas” na ALE.

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia