Acompanhe nas redes sociais:

17 de Novembro de 2018

Outras Edições

Edição nº 888 / 2016

11/09/2016 - 16:47:14

Acabou o festival das empreiteiras

JOSÉ ARNALDO LISBOA

Logo que o Sr. Lula tomou posse na Presidência da República, a primeira ideia que teve foi ficar bilionário e dividir sua fortuna com os seus queridos empreiteiros e seus amigos do peito, principalmente do PT. Pensando assim, uma das coisas que ele imaginou de imediato foi distribuir obras para as empreiteiras, sem imaginar que iria criar um monumental escândalo, daqueles do tipo Petrobras. Sua ousadia foi grande demais, pois ele insultou a Justiça com suas obras superfaturadas, tudo sob as vistas do Tribunal de Contas da União. Como vocês já sabem, o Sr. Lula recebeu uns conselhos malucos de técnicos ladrões, para que ele fizesse a transposição das águas do Rio São Francisco, de modo que o Ceará, o Rio Grande do Norte, a Paraíba e Pernambuco ficassem abastecidos com as águas do Velho Chico. Como o Sr. Lula estava doido por dinheiro, a ideia foi adotada e, imediatamente, comemorada festivamente pelas empreiteiras. Todos os técnicos de renome, tanto do estrangeiro como do Brasil, foram contra a ideia maluca. Os melhores técnicos do Instituto Joaquim Nabuco, de Recife, especialistas em Hidráulica, Hidrodinâmica, Geologia, Eletrotécnica e outras especializações da Engenharia, foram contra. Muitos estudiosos opinaram contra a ideia, dizendo que a seca nordestina não seria resolvida desta maneira. Muita gente estranhou a pressa do Sr. Lula, pois ele estava querendo atender aos seus amigos do Ceará e aos empreiteiros, já que ganhariam muito dinheiro com a criação de camarões para exportação. O Sr. Lula resolveu ir contra todos os técnicos, a favor das 14 empreiteiras dos seus amiguinhos. O dinheiro tinha que chegar logo aos canteiros de obras.

Ora, o projeto para ser totalmente executado vai ter que desviar 280 metros cúbicos de água por segundo, fazendo com que o Velho Chico fique mostrando as pedras que antes cobriam o leito do rio. E o pior, é que os estados da Bahia, Sergipe e Alagoas, hoje flagelados pela seca, vão ficar sem água para beber, bem como para os animais, para as plantações e até para os carros-pipa. Com a maluquice do Sr. Lula, vão ser retirados do Rio São Francisco 252 milhões de litros de água, por hora, e levados para irrigação das fazendas dos empresários. O Velho Chico, que já vem sofrendo ao longo dos anos, agora vai ficar mais seco e prejudicar a geração da energia elétrica, nas hidrelétricas, como já vem acontecendo. Numa das últimas secas, a represa do Sobradinho ficou com 13 % da sua capacidade. Da tomada d´água entre Bahia e Pernambuco, até Cabrobó, no Ceará, serão construídos canais numa distância de 2.000 quilômetros, aproximadamente, distância que vai de Maceió para o Rio de Janeiro. Só com a evaporação das águas a céu aberto, as bombas deverão elevar as águas a uma altura de 160 metros, pois precisarão de energia elétrica, correspondente aos 1.060 megawatts que terão que ser gerados numa usina como a de Sobradinho. As obras já ficaram paralizadas pelo Tribunal de Contas da União por causa de gritantes irregularidades. Já existem grandes rachaduras nas obras e algumas firmas estão desistindo por falta de pagamento. O Rio São Francisco está secando a ponto de não ter sido realizada a Procissão de Jesus dos Navegantes, em Penedo, pois o rio já está sem condições de navegabilidade em muitos trechos. O Canal do Sertão, em Alagoas, já está sofrendo sem água para dezenas de cidades alagoanas. 

Felizmente a corrupção está sendo combatida, mesmo que aos poucos!

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia